Rondônia, sábado, 29 de julho de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 15 de Julho de 2017 - 09h07

15 de julho Dia Nacional do Homem – Podem acreditar

por Ruzel Costa


15 de julho Dia Nacional do Homem – Podem acreditar

Essa data aparentemente inusitada, tem sua importância principalmente para chamar a atenção sobre a saúde da população masculina e suas atitudes na sociedade.

Então, se 15 de julho é o Dia do Homem, vamos comemorar, mas com muita sabedoria.

O DIA DO HOMEM E SUA ORIGEM

O dia internacional do homem foi instituído em 19 de novembro de 1999 em Trinidad e Tobago (Ilhas localizadas no Mar do Caribe), fato que foi apoiado pela Organização das Nações Unidas - ONU e bem recebido em várias partes do mundo, com o objetivo de chamar a atenção para a saúde do homem, como também a relação entre os sexos.

O DIA DO HOMEM NO BRASIL

No Brasil, não se sabe ao certo a origem do dia, mas desde 1992 é comemorado em 15 de Julho, por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores, mas desde julho de 1993 a Pensão Jundiaí (formada por um grupo de amigos se reúne na terceira terça-feira de cada mês para jantar) e comemorar o Dia Internacional do Homem.
O mês de Julho foi escolhido, devido à chegada do homem à Lua no dia 20 de 1969.

Em vários lugares do país comemora-se a data, com campanhas de prevenção, exames a fim de chamar a atenção da população masculina sobre sua saúde.

Talvez, pelo pouco tempo da implantação do 15 de julho como Dia do Homem, a data tem passado desapercebida até mesmo pelo Poder Público, que poderia fomentar campanhas, assistência médica, enfim, movimentar ações pelo mesmo nesse dia.

A SAÚDE MASCULINA

Dr. Valter Nunes Coêlho – Hospital das Clinicas – Porto Velho – RO Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) sobre o Câncer de Próstata. “Para os homens genericamente se não sentem dor, ou nada os incomoda, são motivos suficientes para que por premissa autodiagnosticarem-se como portadores de saúde perfeita, algures inabaláveis. A Próstata é o grande calcanhar de Aquiles dos homens. Pois é uma glândula que irá sofrer alterações do processo de envelhecimento. A hiperplasia Benigna da Próstata mesmo sendo um processo benigno que acometerá 75% dos homens, também tem o poder de matar, devido a obstrução lenta e gradual do trato urinário, podendo levar a insuficiência renal crônica. O câncer de Próstata que acomete 04 de 10 homens, estatisticamente é um câncer potencialmente curável tanto mais o diagnóstico seja precoce. Para isso é necessário exames anuais, contudo a hiperplasia benigna e o câncer são rastreados por exames de Psa (Antígeno prostático específico) uma proteína identificada no sangue, bem como a mensuração da glândula pela ultrassonografia, completada pelo toque retal. Aqui nesse particular é que a porca torce o rabo, porquanto essa via de exame e constatação gera um preconceito absurdo, inibindo-os da procura do Urologista. Infelizmente essa fobia antitoque retal não é uma dificuldade no nosso país, o fenômeno é planetário. Será preciso campanhas e mais campanhas de esclarecimento, o que já se vem fazendo amiúde, mas existe a necessidade de se intensificar.
Aos homens o que resta é tomar decisão de romper com esses valores, que pela ignorância pode custar-lhe o encerramento precoce de sua existência. Normalmente quando passam pelo exame de ultrassonografia, a técnica ideal para patologia Prostática é o exame transretal. Essa exposição primária gera uma angústia inicial muito grande, porquanto o transdutor retal para acurácia do exame vai percorrer a ampola retal, em várias tomadas de ângulo que durarão em torno de 05 a 10 minutos. No consultório quando vão nos mostrar os exames laboratoriais e ultrassonográfico realizados, os levamos para a sala do exame físico, aquela angústia inicial é trocada de imediato pós o toque, pois o toque retal não ultrapassa o tempo de 20 segundos. A comparação de tempo e a angústia gerada na maioria dos pacientes são zeradas naquele instante, daí não temem mais o toque retal, passam suas expectativas sempre para o exame ultrassonográfico. Tenho estimulado aos pacientes a se submetem ao exame lhes dizendo: são os 20 segundos mais importantes de sua vida.
A disfunção erétil é para o homem, o fator gerador de suas maiores angústias, esta tem o poder único de seduzi-los a visitar um Urologista, contudo um homem não é feito só de Próstata ou movido apenas por sua ereção, existe a necessidade de pulsar responsabilidades por suas vidas. Médicos são necessários, mas hábitos saudáveis são muito mais importantes. Coração e Pênis andam juntos, a visita ao Urologista e ao Cardiologista são de importância fundamental, para que não venhamos alguns muito cedo, deitado em sua cama contemplar o seu Pênis e exclamar: Ei cara, nascemos juntos, mas porque você morreu primeiro”.

O homem de antes e de hoje?

O ANTROPO - (Estudante Abrahão Oliveira do Nascimento – Porto Velho)

De repente - num repente –
Uma explosão... Que a tudo causa sem causa!
Do silício, ferro e carbono, inconscientes.
Surge a consciência... Consciente de si e da sua inconcebilidade!
Na incomensurável busca pelo seu sentido
Olha pra si... E pra cima!
Surge o antropo: aquele que olha pra cima
E olhando vê o paraíso... Ou a caverna!
Que importa?
Nem um nem outro aliviará a carga da sua longa jornada
Em busca de Deus – de quem se afastou – ou de si mesmo – de quem se perdeu!
Resoluto, segue sobre as pedras afogueadas
Ou sobre a pedra lascada!
De evolução em evolução
Ou de revolução em revolução!
O homem do Éden e o homem da caverna – distintos no início –
Tornam-se o mesmo no meio!
Cria a aritmética – após a linguagem ser criada – não se sabe ao certo por quem:
Se por Deus, por excesso de sabedoria ou se pelo homem mesmo, por excesso de necessidade!
Aprende a somar e multiplicar, mas não sabe dividir
Conseguiu ver partículas subatômicas e galáxias a distâncias inimagináveis!
Mas não vê o que está do outro lado do vidro do carro
Por causa da película fumé e da empáfia potencializada que lhe radiciou a empatia
Promoveu três revoluções e tenta sobreviver à quarta – onde é apenas expectador
E, como tal, viu o mundo ser feito - quando Deus, pelas leis naturais, organizava as moléculas
E, como o dito, poderá assisti-lo destruir-se no desintegrar dos átomos!
Pisou na Lua olhando pra Marte
Mas quando pisa na rua, fecha os olhos!
Deflagrou duas guerras mundiais e está preparado para a terceira...
Mas está perdendo a doméstica!
Descobriu coisas grandiosas, mas, encobriu as estupendas
Pra ser usadas depois que os descobridores morrerem sem usufruir do benefício
E manter a humanidade, mesmo adiantada no conhecimento, atrasada na técnica
Numa demonstração de inteligência ininteligível!
Homem, homem!
Balalaika antiga tangida por destros Zéfiros
Nos meandros desse jardim esferoide suspenso no ar!
Homem!
Zarabatana letal nas mãos do sádico guerreiro etéreo
Nos labirintos desse inferno neurastênico suspenso a girar!...
Diz a lógica da vida e a garota do vídeo:
De cada 11 mortes violentas, 10 são homens;
O câncer de próstata e o de mama mata igual, mas, recebem investimentos diferentes;
Homens são 80% dos moradores de rua;
Cometem 90% dos suicídios;
Trabalham cinco anos a mais e morrem oito a menos;
Não há leis que os beneficiem apenas por ser homem
(Legisladores que creditam aos outros o benefício que lhes cabe mas, falta);
Não tem dia internacional...
Mas isso não seria nada se não tivesse que suportar as estatísticas contrárias
Que lhes imputa o feminismo que ignora que, perante Deus - ou o Universo – e a própria ciência
Mulher também é homem!
Ou, onde jamais se viu o feminino de homo sapiens?
Ó, homem que sabe que sabe,
O que sabes?
Embora sejam um, discordam na cor, no credo, no gênero, no gênio, no trato...
Conquanto sejam muitos, concordam em auto destruir-se!
Assim, “levando no coração sua ferida acesa, marcham sobre o chão”
Pronto pra pôr fogo no mundo!
O homem edênico e o espeleológico, distintos no princípio – e que se uniram no meio – se bifurcam no fim!
Mas, marcham juntos!...
Até voltar ao paraíso – sorte de quem crê!
Ou à caverna – destino de quem vive!


* O autor é professor em Porto Velho


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Todos os direitos reservados. As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions