Rondônia, domingo, 24 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Terça, 31 de Janeiro de 2017 - 08h31

A luta do Sindsef para fazer justiça às vítimas do DDT

Por Sérgio Pires


A luta do Sindsef para fazer justiça às vítimas do DDT

Enquanto a Justiça comum e a do Trabalho empurram uma para a outra a competência sobre decisão se os trabalhadores destruídos pelo DDT sejam indenizados, muitos continuam perdendo as forças e outros tantos já morreram. Não há mais dúvida de que os que atuavam em Rondônia, na antiga Sucam, no combate à malária, foram contaminados pelo veneno. O Sindicato dos Federais do Estado, o competente Sindsef, presidido pelo atual vice governador Daniel Pereira (em fevereiro tem nova eleição), teve que recorrer à Organização dos Estados Americanos (OEA), para denunciar o descaso das autoridades, que até hoje jamais deram qualquer tipo de apoio; não indenizaram os doentes ou as famílias dos mortos, vítimas das doenças causadas pelo agrotóxico. O contágio e a destruição do organismo humano com o DDT e outros pesticidas, ignorados até agora pelo governo brasileiro e pelo Judiciário, pode ser assunto da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Ao destacar que “a denúncia visa que o Governo seja responsabilizado a arcar com as despesas do tratamento de saúde dos servidores e familiares intoxicados e a indenizá-los por danos morais”, Daniel Pereira deixa claro que a iniciativa inédita do Sindsef se tornou o único caminho para que, finalmente, se faça Justiça a tantas vítimas dos pesticidas utilizados pela Sucam durante décadas, em Rondônia e que tantos danos causou aos seus servidores.


O DDT (Dicloro Difenil Tricloroetano), é uma das substâncias sintéticas mais utilizadas no século 20. Surgiu na Segunda Guerra, para prevenção de tifo em soldados, que o utilizavam na pele para combate a piolhos. Posteriormente foi usado na agropecuária, no Brasil e no mundo, como pesticida, por cerca de 30 anos, também no combate à malária. O DDT atua sobre o sistema nervoso central, resultando em alterações de comportamento, distúrbios sensoriais, do equilíbrio, da atividade da musculatura involuntária e depressão dos centros vitais, particularmente da respiração. Foi isso que aconteceu com dezenas e dezenas de ex funcionários da Sucam em todo o país e principalmente em Rondônia. Até hoje, as vítimas não foram indenizadas e nem suas famílias. O Sindsef está lutando para que, finalmente, a Justiça seja feita.

INTERVENÇÃO NA MADRUGADA

Há algo diferente no ar. No último sábado, por volta das duas horas da madrugada, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da avenida Mamoré, no Tancredo Neves, mais de uma centena de pessoas esperavam atendimento, porque o sistema tinha travado e parece que, sem ele, nada funciona no serviço público. Pois foi nessa hora que chegaram, juntos, o vice prefeito Edgar do Boi e o secretário de saúde Alexandre Porto. Em poucos minutos, os dois organizaram o atendimento manual e, rapidamente, todos os pacientes estavam sendo atendidos. Provavelmente, ao menos na recente história de Porto Velho, houve intervenção direta – e ainda mais na madrugada – de autoridades do primeiro escalão, mandando e desmandando num posto de saúde e, mais que isso, resolvendo o problema. O prefeito Hildon Chaves, via redes sociais, gravou vídeo no domingo, elogiando a ação da dupla.

ZUMBI INVEJOSO

Quase como zumbis políticos, sem rumo e sem argumentos, alguns petistas e esquerdopatas desesperados, partem para ofender seus agora ex amigos, apenas por discordância ideológica. Quem vivia pedindo bexiga, mesmo sem ter qualquer peso (e democraticamente o espaço lhe era dado), agora cospe no prato que comeu, dizendo asneiras ofensivas, imaginando que vá receber o troco à altura do seus ataques doentios. A inveja é mesmo, uma merda. Certo advogado, quase anônimo; motivo de gozação, porque onde põe a mão, tudo desaba, está louco para ter seu nome citado por alguns dos expoentes da mídia rondoniense, que fazem o maior sucesso. É o esquerdopata típico. Frustrado e invejoso; cheio da grana, mas exige que todos sejam pobres, menos ele, é claro. Também tipicamente, não aceita opiniões diferentes. Nunca protestou contra as dezenas de ladrões que formaram seu partido para roubar o país (muitos estão presos, muitos outros ainda o serão), mas adora ofender quem não pensa igual. Vai fazer de tudo para aparecer, mas, pobre coitado, seu nome não será dito ou escrito. Não merece atenção alguma!

GUINESS, DE NOVO!

Podemos entrar para o Guiness em mais um recorde. Quase 9 por cento de toda a força de trabalho da Prefeitura de Porto Velho estão em casa, ganhando sem trabalhar, abrigada em atestados médicos para problemas de saúde. Mais de 1.100 dos 13 mil servidores, incluindo cargos comissionados e concursados, garantem estar com algum tipo de moléstia, a tal ponto que não podem servir à população que os paga. O prefeito Hildon Chaves, quando recebeu o levantamento, levou um susto. Tem que mandar investigar a fundo. Certamente, em muitos casos, há sim pessoas com problemas de saúde. Mas quase 1.100 numa tacada só, é impressionante. A comunidade, que paga pesados impostos e que vive reclamando do mau atendimento do serviço público, certamente vai querer explicações do Poder Público. Quando as tiver, é bom que o prefeito explique porque temos, nessa Capital, o maior número de doentes, proporcionalmente aos trabalhadores, na nossa Prefeitura....

TALENTO DA NOSSA GENTE

Duas meninas do interior de Rondônia, duas irmãs, da roça, foram a grande atração do programa de Rodrigo Faro, na Rede Record TV, nesse domingo. As meninas, cantando músicas sertanejas, talentosas, competentes e que também compõe músicas, fizeram o maior sucesso num dos programas de maior audiência da TV brasileira no seu horário. As duas garotas cantaram até com duplas famosas como Chitãozinho e Xororó e Bruno e Marroni. Embora o colunista deteste música sertaneja, não tem como não se emocionar com a bela história das irmãs, que cantam em barzinhos em Alvorada e saltaram para a fama em todo o país, de uma hora para outra. De vez em quando, pelo talento da nossa gente comum, saímos do noticiário negativo e policial; dos erros políticos e da violência que nos assola, para o que de melhor temos nessa terra. Foi o caso do domingo, onde por mais de uma hora, as duas meninas encantaram os telespectadores do país. Maravilha!

ORGULHO PROBLEMÁTICO

A coisa não anda boa para quem reside no Orgulho do Madeira. Muitos moradores estão reclamando da violência, da invasão de alguns apartamentos por traficantes de drogas e da falta de infraestrutura. Um dos moradores, que pediu para não ser identificado, mas é uma fonte confiável da coluna, diz que já existem várias habitações alugadas, o que é totalmente proibido, além de outras tantas invadidas simplesmente. Quem teme a violência do local e acha que falta de tudo um pouco, está abandonando o imóvel que recebeu ou passando-o para outras famílias. O problema é que quando a mídia vai ao local ou até gente do Governo, os moradores temem fazer denúncias, para não virarem alvo dos bandidos. Quem sabe a PM infiltra gente do setor de inteligência na área, para descobrir exatamente o que está acontecendo? Não é possível que um conjunto habitacional de tal grandeza tenha tantos problemas ainda nessa fase inicial de implantação. Algo de muito errado há!

PERGUNTINHA

Você concorda ou discorda com o artigo publicado pelo ex Presidente Lula, na Folha de São Paulo, afirmando que nunca fez nada de errado e que tudo o que lhe acontece é perseguição política, por causa da sua defesa do povo brasileiro?

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions