Rondônia, terça-feira, 22 de agosto de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Nacional

Publicado em Quarta, 26 de Outubro de 2011 - 14h25

Carlos Magno defende reivindicações dos servidores da Funasa

Assessoria


Carlos Magno defende reivindicações dos servidores da Funasa
Nesta terça-feira (25) foi realizada na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, audiência pública para tratar da situação dos servidores da FUNASA que foram intoxicados pelo pesticida conhecido como DDT (Dicloro-Difenil-Tricloroetano) que é um produto altamente tóxico e que foi utilizado no combate aos mosquitos causadores da malária e outras endemias.A audiência contou com a presença de parlamentares dos dois âmbitos do Congresso Nacional e representando o estado de Rondônia estava o senador Valdir Raupp e os deputados federais Carlos Magno e Mauro Nazif. Outros participantes como, servidores de vários Estados e categorias de representação sindical, onde o Sindsef-Ro se destacou das demais por acentuar as necessidades dos servidores com participação ativa e também por espalhar faixas por todo o plenário da Comissão, inclusive na mesa da presidência solicitando o apoio da Casa do Povo.

Os servidores pedem aos parlamentares apoio para que haja um tratamento de saúde adequado, indenização e aposentadoria especial aos que sofrem consequências em decorrência da intoxicação.

Para o deputado federal Carlos Magno, os profissionais que trabalharam pela preservação da saúde da população e hoje sofrem as consequências por conta da execução dos trabalhos, merecem respeito e maior atuação dos representantes do povo e se prontificou a interceder pela categoria junto a seus pares no Congresso.

O DDT é um inseticida barato e altamente eficiente a curto prazo, mas a longo prazo tem efeitos prejudiciais à saúde humana. Este inseticida pode ocasionar o câncer em seres humanos e interferir na vida animal, causando, por exemplo, o aumento de mortalidade entre os pássaros.
Como o DDT é facilmente transportado pelo ar e pela chuva, pode ser encontrado em lagos, por exemplo, mas quase sempre em níveis aceitáveis. A substância tem uma meia vida de vários dias em lagos e rios e se acumula na cadeia alimentar, pois os animais são contamidados por ele e depois ingeridos por seus predadores, que absorvem o inseticida. Além disso, o acúmulo da substância em peixes pode contaminar os seres humanos. No Brasil, o DDT teve sua fabricação, comercialização, exportação, importação, manutenção em estoque, e uso proibidos pela Lei nº. 11.936 em 14 de maio de 2009.

Ao final da audiência ficou estabelecido que na próxima quinta-feira (27) às 14h, na mesma Comissão será formada uma comissão mista composta por parlamentares, ministérios, condsef e FUNASA para que em conjunto possam tomar as devidas providências para atender as reivindicações dos servidores.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions