Rondônia, sábado, 19 de agosto de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Nacional

Publicado em Terça, 07 de Abril de 2009 - 15h08

Professores serão afastados por problemas com a voz, diz ABLV

Camila Menezes


Há muito tempo, o ato de presentear o professor com uma maçã é visto como uma demonstração de carinho do aluno. Porém, a fruta é mais do que isso. Por conter um efeito adstringente, ao ser ingerida, limpa e lubrifica as cordas vocais. Além do mais, ao mastigar a maçã, exercita-se a musculatura responsável pela articulação das palavras.De acordo com um levantamento feito pela Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV), que neste ano realiza a 10ª Campanha Nacional da Voz, aproximadamente 2% dos professores do Brasil terão problemas com a voz e precisarão se afastar da profissão até 2012. Isso acontece porque muitos não acreditam que seja tão importante tomar alguns cuidados. Não é nada fácil para um profissional que passa, muitas vezes, o dia inteiro em uma sala de aula, tendo que manter elevado o tom de voz em função de vários motivos , como salas inadequadas , excesso de ruído , excesso de carga horária, entre outros. Ana Lígia, professora há 18 anos, hidrata a voz no intervalo das aulas. “Eu dou aula cinco horas por dia, então nos intervalos bebo água. Além disso, tento manter a voz em um nível mais baixo”, diz. Ana já teve alguns problemas com a voz como rouquidão, e sua principal ferramenta de trabalho tornou-se mais grave, porém, segundo o especialista que consultou, isso é conseqüência do cigarro, que ela também consome.

Além dos professores, há ainda outros profissionais que necessitam da voz para trabalhar. Entre eles estão os feirantes, que passam o dia gritando e chamando a atenção dos consumidores para vender seus produtos. Hércules de Almeida trabalha há 16 anos em uma feira e nunca procurou um médico para cuidar de sua saúde vocal. “Nunca tive grandes problemas com a voz, de vez em quando ela fica um pouco irritada e acabo usando receitas caseiras mesmo”, explica Almeida. Na verdade esses métodos acabam fazendo mal às cordas vocais, como, por exemplo, o gengibre e o limão, que irritam ainda mais a laringe.

Os problemas mais comuns na laringe, onde estão as cordas vocais, são a laringite, os nódulos e os cistos. Entre as mais raras está o câncer de laringe, que até o início da Campanha Nacional da Voz vitimava 15mil brasileiros, sendo 8mil casos fatais.

Para ter uma voz saudável, Dr. Jeferson d’Ávila, presidente da ABLV, alerta para alguns cuidados que todos devem ter para com a saúde vocal. Entre eles estão o ato de não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas, manter o tom de voz em nível médio, beber água várias vezes ao dia, não forçar a voz quando em estado gripal, e principalmente, procurar um médico assim que perceber qualquer alteração na voz.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Todos os direitos reservados. As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions