Rondônia Agora
  • Geral
  • Política
  • Polícia
  • Cidades
  • Nacional
  • Artigos
  • Todas as Matérias
  • Concursos
  • Redação
  • Publicidade
Ler Últimas Notícias

Procurar por

Polícia

Quarta-feira, 9 de maio de 2012 - 16:29

Las Vegas

DONO DE LOTÉRICA COMANDAVA QUADRILHA COM APOIO DE SOBRINHO E PM; CONFIRA TODOS OS ENVOLVIDOS

A Polícia Civil explicou em coletiva na tarde desta quarta-feira como atuava a quadrilha de jogos ilegais em Porto Velho, desbaratada com a Operação Lavas Vegas. O esquema, de acordo com as investigações, era comandado pelo empresário Vicente Ferreira França, o mentor intelectual e principal beneficiário do lucro da quadrilha de caça-niqueis. Ao seu lado, atuava o próprio sobrinho, Ivan da Costa, que coordenava a corrupção de policiais militares e gerenciava as máquinas. Ainda segundo a Polícia, o policial Giovane Brito corrompia os demais policiais militares que prestavam segurança aos locais. Além de Vicente Ferreira, Ivan e Giovani foram presos os policiais Evan Siqueira de Oliveira, Rildo da Silva Araujo, Euzebio Queiroz de Souza, Fábio Cabral da Silva, Edmundo Amaral Teixeira. A quadrilha tinha ainda como braços fortes os policiais Ezequiel Galdino Ramos, Francisco Garcia Galvão e Marclei Campos Gomes e ainda , Jorge Fernando da Silva Pantoja.

Segundo a Polícia, a investigação durou mais de 6 meses e, ao seu final, restaram constatado robustos indícios pela existência de uma organização criminosa, formada pelo empresário, o sobrinho e policiais militares, com o objetivo de explorar jogo de azar. Para que esse crime organizado possa atingir o objetivo, os integrantes praticam diversos outros delitos gravíssimos, de acordo com o que foi relatado na entrevista coletiva.

Há indícios de que a organização criminosa utilizava dinheiro dos caixas das casas lotéricas, para financiar o prêmio obtido pelo jogador de caça-níquel. Assim, o lucro ilícito obtido por meio dos caça-níqueis ingressava no patrimônio do empresário. Os policiais envolvidos são acusados de quadrilha armada, corrupção ativa e passiva, concussão, contrabando e crime contra a economia popular. Foram expedidos 12 mandados de prisão preventiva (sendo 9 para policiais militares), sendo cumpridos 11 mandados e 22 mandados de buscas e apreensões. Foram apreendidos 7 veículos, 6 motocicletas e uma lancha.

A Operação teve início nas primeiras horas da manhã e foi comandada pelos delegados  Thiago A. Laiola e  Francisco Borges, além do Diretor Executivo da Polícia Civil, Osmar Casa, o diretor da Gerência de Inteligência (GEI), Lindomar Beserra, o Diretor do Departamento de Polícia Especializada (DPE), Eliseu Muller, o Diretor do Departamento de Polícia Metropolitana, Jeremias Mendes e Claudionor Soares Muniz.

Participaram da Operação 160 policiais civis entre delegados, agentes de polícia e escrivães, com apoio de 30 policiais militares da Companhia de Operações Especiais (COE).
 

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Versão para impressão Indique este arquivo Comente a notícia

Veja Também

Resultado parcial da Operação Las Vegas: 13 veículos, uma lancha e R$ 20 mil apreendidosResultado parcial da Operação Las Vegas: 13 veículos, uma lancha e R$ 20 mil apreendidos

OPERAÇÃO PRENDEU 9 POLICIAIS MILITARESOPERAÇÃO PRENDEU 9 POLICIAIS MILITARES

PM PRESO POR MATAR DOIS EM HUMAITÁ TAMBÉM ENVOLVIDO NA JOGATINA EM PORTO VELHO; FOTOSPM PRESO POR MATAR DOIS EM HUMAITÁ TAMBÉM ENVOLVIDO NA JOGATINA EM PORTO VELHO; FOTOS

PMs são presos durante operação; R$ 10 mil são apreendidosPMs são presos durante operação; R$ 10 mil são apreendidos

OPERAÇÃO JÁ PRENDEU 10 PESSOAS; DONO DE LOTÉRICA E POLICIAIS ESTÃO ENTRE OS PRESOSOPERAÇÃO JÁ PRENDEU 10 PESSOAS; DONO DE LOTÉRICA E POLICIAIS ESTÃO ENTRE OS PRESOS

OPERAÇÃO “LAS VEGAS” JÁ PRENDEU 8 PESSOAS; JOGOS ILEGAIS ENVOLVEM POLICIAIS E EMPRESÁRIOSOPERAÇÃO “LAS VEGAS” JÁ PRENDEU 8 PESSOAS; JOGOS ILEGAIS ENVOLVEM POLICIAIS E EMPRESÁRIOS

Comente pelo Facebook




Clickweb Agência Digital