Rondônia Agora
Ler Últimas Notícias

Procurar por

Política

Quarta-feira, 15 de setembro de 2010 - 10:39

De Doido não tem nada

EX- DEPUTADO ENVOLVIDO EM DESVIOS DE MAIS DE R$ 12 MILHÕES E QUE GANHOU CARRO NO ESQUEMA DA OPERAÇÃO DOMINÓ É O PREFERIDO DE NAZIF PARA RETORNAR A ASSEMBLÉIA

Acusado de desvios conjuntos da ordem de R$ 12.308.231,07(doze milhões, trezentos e oito mil, duzentos e trinta reais e setenta e um centavos) dos cofres da Assembléia Legislativa e com os bens indisponíveis, o ex-deputado estadual FRANCISCO IZIDRO DOS SANTOS, o "Chico Doido" é o preferido do deputado federal líder do PSB em Rondônia e candidato a reeleição, Mauro Nazif, para retornar a Casa de Leis. Ele voltaria na vaga aberta com a saída de David Erse (PC do B).

De acordo com o Ministério Público, nos autos das ações 0005898-56.2010.822.0001 (Improbidade Administrativa) e 0006106-40.2010.822.0001 (Cautelar Inominada) em trâmite na 2ª Vara da Fazenda Pública, o parlamentar era membro atuante da quadrilha que era encabeçada pelo ex-presidente Carlão de Oliveira, no esquema conhecido como Operação Dominó. Os bens de Chico Doido estão indisponíveis, de acordo com decisão do juiz Edenir Sebastião Albuquerque da Rosa.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A DECISÃO DA JUSTIÇA QUE ENVOLVE CHICO DOIDO

"Chico Doido" foi agraciado com um veículo Corolla, sorteado pela quadrilha no auge do esquema. "E aqui uma reveladora curiosidade: dos valores em espécie entregues em dezembro/2004 aos Deputados, foram retidos, de cada um, entre R$2.000,00 e R$2.500,00 destinados à cotização para parcial pagamento da compra de dois carros que, numa festa de congraçamento de final de ano, sorteou entre eles um Corolla e um Celta às suas mulheres! Nesse sorteio o Corolla foi ganho pelo Deputado FRANCISCO IZIDRO (Chico Doido)..." Mas não foi só.

Segundo o Ministério Público, "o deputado FRANCISCO IZIDRO DOS SANTOS (conhecido pelo nome político de Chico Doido), em conluio com o presidente CARLÃO DE OLIVEIRA, desviou dos cofres dessa Casa, em seu proveito e de terceiros, o valor líquido de R$ 545.406,93 no período de junho/2004 a junho/2005. Para tanto FRANCISCO IZIDRO inseriu, na já citada folha paralela atinente a seu gabinete, vinte e oito (28) pessoas em nome de quem, a pretexto de lhes pagar os vencimentos mensais desse".

Como o esquema funcionava

Veja como o MP descreve como funcionava o esquema em que Chico Doido era atuante:

"Os alcances tratados nesta inicial foram executados sob a falsa roupagem de
uma folha de pagamento, meio pelo qual o então Presidente da Assembléia, CARLÃO DE OLIVEIRA, dividia o desvio do dinheiro público com os demais deputados.

Esse presidente possuía, como fonte de desfalques, os contratos com fornecedores e o controle total da folha de pagamento, em especial a ausência de limite de comissionados na folha da presidência, permitindo a JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA ali incluir supostos servidores no montante que desejasse. Como os outros Deputados envolvidos reclamassem mais ganhos fáceis, pois o meio pelo qual promoviam os desvios – vencimentos dos servidores comissionados – era limitado ao gasto mensal de R$13.500,00 e à contratação de no máximo dezoito (18) comissionados por gabinete— criou-se então o que hoje se conhece por folha paralela (por eles eufemisticamente chamada folha extra ou folha suplementar) e que consistia numa folha de pagamento totalmente ilegal, de existência apenas virtual, só descoberta porque encontrada num notebook apreendido na Assembléia, depois de tentativa de servidores desta em ocultá-lo da busca policial. Dela participaram vinte e dois parlamentares então em exercício (mais um licenciado, Paulo Moraes). Essa folha perdurou de junho/2004 a junho/2005. Com esse expediente não só incluíam fictícios servidores como também promoviam constante migração de pessoas da folha oficial para a folha paralela, às vezes com sobreposição de nomes em ambas, e com isso mascaravam a visibilidade dos desfalques promovidos com a burla ao limite de gastos com pessoal, pois a folha paralela formalmente não aparecia."

CONFIRA EM FORMATO PDF A DECISÃO DA JUSTIÇA QUE ENVOLVE CHICO DOIDO

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Versão para impressão Indique este arquivo Comente a notícia

Comentários dos leitores

Nome: LUCIANE F. CARVALHO RIBEIRO
Comentado em 16/9/2010 às 18:24

BOA NOITE POVO DE RONDÔNIA...
ISSO E UMA VERGONHA NACIONAL, SÓ EXISTE CADEIA PRA POBRE NESTE PAIS...SE A JUSTIÇA BRASILEIRA COLOR DOS OS POLITICOS VAGABUNDO NO FUNDO DA CADEIA, ERRA DIFERENTE...

Nome: Maria Pereira
Comentado em 16/9/2010 às 13:30

Ministério Público, por favor apure este caso. Os Oficiais responsáveis devem ser punidos por essa barbárie, pois se algum subordinado cometeu esse crime é porque está sendo ensinado a agir assim.

Nome: Sergio Meireles
Comentado em 16/9/2010 às 12:55

A reportagem procurou a acessória de comunicação da Base Aérea? A onde está a nota de esclarecimento do comando da base aérea? Concordo com alguns comentários anteriores no que se refere que há mais coisas por trás de tudo isso. Por que o comando está silente frente à reportagem? Também concordo que dentro da instituição há humilhações por parte dos superiores e veteranos aos soldados recém recrutados e que estão exercitando o que aprenderam na sua formação, ainda bem que tudo aconteceu lá dentro, imaginem se esses marginais travestidos de soldado cometessem este ato selvagem com algum jovem aqui fora? Tenho certeza que não seria qual quer jovem que seria a pressa desses marginais soldados ou soldados marginais. Quero que eles cometam a selvageria com um jovem da zona leste ou da zona sul, um daqueles que têm uma ficha corrida quilométrica, duvido se eles seriam aloprados suficiente para dizer ao menos que um desses jovens é feio.

Nome: LIGIA CAMMON
Comentado em 16/9/2010 às 11:58

rsrsrsrsr Salmos!!!!! isso é um ditado popular.

Nome: João francisco
Comentado em 15/9/2010 às 21:13

doutor mauro o senhor lê a biblia ???, quando for lêr por favor procure em salmos a sequinte frase ME DIGA COM QUEM TU ANDAS QUE EU TI DIREIS QUEM TU EIS !!!!

Ver Todos (10)

Articulistas

Clickweb Agência Digital