Rondônia Agora
Ler Últimas Notícias

Procurar por

Cidades

16/02/2008 11:38

Mais 20 casas são entregues em Ji-Paraná

A satisfação com que os produtores rurais receberam o governador Ivo Cassol, na linha do quilômetro 14, da BR-364, próximo a Ji-Paraná, não deixa dúvidas que o Projeto Morar com Dignidade tem cumprido com o seu objetivo. Concluindo mais uma etapa de distribuição das mil casas prometidas através do Projeto o governador oficializou, na última sexta-feira, 15 a entrega de mais 20 casas populares.

O projeto é uma parceria firmada entre o Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal para aquisição de materiais de construção, elétricos e hidráulicos para confecção da casa própria. “O governo entra com 25 por cento, a Caixa Econômica Federal 15 por cento e o produtor desembolsa apenas mil reais e contribui com a madeira a areia e a mão-de-obra”, diz Robson Luiz da Fonseca, presidente da Associação os Pequenos Agricultores do Nuar Nova Esperança (Apane), responsável por 575 casas em 37 municípios, dentro do Programa. Robson diz ainda que, através do Programa o produtor chega a economizar cerca de quatro mil reais por casa.

O projeto é feito por um engenheiro da Apane e o recurso financeiro estadual sai do Fundo de Infra-estrutura, Transporte e Habitação (Fitha) e Secretaria de Estado da Agricultura, Produção e Desenvolvimento Econômico e Social (Seapes).
Para o governador Ivo Cassol o projeto não promove apenas moradia mais digna para o produtor rural, como também contribui no fomento da receita do Estado. “O dinheiro que vem da Caixa Econômica Federal e do governo estadual circula na cidade e fica no Estado. É uma obra que fica”, diz.
Desde que foi lançado o projeto já foram concluídas e entregas 100 casas, porém todas as outras já estão em andamento.

Os primeiros municípios beneficiados foram Urupá,Buritis, Campo Novo de Rondônia, Monte Negro e agora Ji-Paraná, abrangendo o distrito de Nova Londrina. Os beneficiários são selecionados através de um trabalho conjunto entre a Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) e a Apane, em 575 casas. As restantes são realizadas através da parceria entre a Emater e a Associação de Pequenos Agricultores de Rondônia (Aparo) e, “pelo que se vê os produtores estão muito satisfeitos” afirma Robson, presidente da Apane.

Fonte: Embrapa

Autor: Wania Ressutti

Versão para impressão Indique este arquivo Comente a notícia

Articulistas

Clickweb Agência Digital