Rondônia Agora
  • Geral
  • Política
  • Polícia
  • Cidades
  • Nacional
  • Artigos
  • Todas as Matérias
  • Concursos
  • Redação
  • Publicidade
Ler Últimas Notícias

Procurar por

Geral

Terça-feira, 7 de janeiro de 2014 - 10:32

Porto Velho

Prefeitura libera carnê para pagamento do IPTU pelo portal Semfaz

A partir do próximo dia 15 de janeiro, os contribuintes de Porto Velho passam a receber em casa os carnês para pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de 2014. Quem garante é o secretário municipal de Fazenda, Marcelo Siqueira. De acordo com Siqueira, a 2ª via dos carnês e cotas para parcelamentos já estão disponíveis no site da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz). É só acessar www.semfazonline.com. “Com o número da inscrição imobiliária que está no carnê entregue o ano passado, o contribuinte poderá retirar pela internet e efetuar o pagamento, caso não queira esperar o material impresso chegar até a sua residência”, explica o secretário.

Marcelo Siqueira também informa que a prefeitura está concedendo 20% de desconto ao contribuinte que pagar a cota única (valor total) do IPTU até 31 de janeiro. Para quem optar em efetuar o pagamento do valor total do imposto até 28 de fevereiro, o desconto será de 10%. Os que deixarem para quitar o IPTU até o final de março não terão desconto. Alerta no entanto, que a partir do final de março serão cobrados juros e multas.

Aos que pretendem pagar o imposto de forma parcelada, Siqueira explica que a prefeitura está parcelando em até dez vezes, desde que a primeira cota seja quitada até 31 de janeiro. Nesse caso, o contribuinte também poderá acessar o portal da Semfaz na internet e fazer o parcelamento com o número da inscrição imobiliária que está no carnê entregue em 2013.

Arrecadação

Conforme Marcelo Siqueira, 80 mil contribuintes estão cadastrados para pagar IPTU no município de Porto Velho. Com isso, a expectativa é que sejam arrecadados em torno de R$ 12 milhões, recursos que serão aplicados prioritariamente na infraestrutura da cidade. Um dos objetivos para 2014, segundo o secretário, é reduzir a inadimplência no pagamento do tributo, que em 2013 chegou a 60%.

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Versão para impressão Indique este arquivo

Comente pelo Facebook


Clickweb Agência Digital