Rondônia, quinta-feira, 27 de julho de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Sexta, 15 de Fevereiro de 2008 - 14h17

Acusado de matar taxista no Candeias é preso na Bolívia

Lenilson Guedes


Vanir Gomes Santos, foi preso nesta quinta feira na cidade de Riberalta, Bolívia. Ele é acusado de ter matado juntamente com um homem conhecido como “Tchoco” e uma menor, o taxista Rodrigo Ferreira Mendes, no último dia 15 de dezembro de 2007 na Zona Rural do município de Candeias do Jamari. O acusado foi entregue por policiais civis de Rondônia, lotados na SEVIC em Guajará-Mirim, em Porto Velho. A prisão do acusado foi possível a partir de informações fornecidas pela Polícia Civil de Rondônia.
O crime

Segundo o que relata o Boletim de Ocorrências 2203/2007, registrado em Candeias do Jamari, dois taxistas informaram a Polícia que “estariam matando um taxista na estrada do Rio Preto”. Na manhã do dia 16, policiais encontraram o veículo do Taxista um Fiat Siena Vermelho, na Rua JK I, estrada do linhão e o corpo de Rodrigo Ferreira Mendes, sobrinho do sertanista Chico Mendes. Souberam ainda que o motorista teria saído da rodoviária de Porto Velho com dois passageiros para o município de Guajará-Mirim, como não chegou no destino, os pais da vítima denunciaram a Polícia.

Prisão

Com a prisão do acusado, os policiais civis lotados na Sevic em Guajará-Mirim, Sergio da Cruz, Izaú Araújo da Silva, Rubem Cruz Rodrigues Filho, comandados pelo delegado José Marcos Rodrigues, recambiaram o preso até Porto Velho para atender o Mandado de Prisão 501.2007.013330-7 expedido contra Vanir. De acordo com o delegado Carlos Eduardo, em depoimento o acusado disse que o crime fora praticado por ele, um elemento conhecido como “Tchoco” e um menor. Logo após o crime os acusados fugiram para a Bolívia.
As informações da localização do acusado, foram repassadas aos policiais que realizavam diligências para elucidar o crime. Eles realizaram buscas em Candeias, Porto Velho e Guajará-Mirim, foi um trabalho de equipe e abnegação e, com isso resultou na prisão deste elemento e estamos trabalhando em outros crimes para que possamos apresentar a sociedade os verdadeiros culpados, para que cumpram as penas pelos crimes praticados, observou o delegado Carlos Eduardo.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Todos os direitos reservados. As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions