Rondônia, segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Segunda, 17 de Março de 2008 - 14h46

ALE e Governo vão discutir ações para combater desmatamento

ALE


O Governo Federal abriu canal de negociação e decidiu discutir as propostas apresentadas pela classe produtiva de Rondônia na audiência pública realizada na última terça-feira na Assembléia Legislativa. O anúncio foi feito hoje pelo presidente da Assembléia, Neodi Carlos (PSDC-Machadinho), durante entrevista ao programa “Jogo Aberto”, Rádio 97 FM de Machadinho.

Neodi Carlos disse que as propostas serão encaminhadas ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e a ministra do Meio Ambiente, Maria Silva. “Os senadores Valdir Raupp e Expedito Júnior conversaram com a ministra e ela se mostrou muito sensível às propostas para unificar forças no combate ao desmatamento”, disse.

De acordo com Neodi Carlos, a idéia é estabelecer a parceria da classe produtiva em ações conjuntas com Ibama, Incra e Sedam. “Ao mesmo tempo, vamos propor ao governo o perdão das multas aplicadas aos produtores durante a operação Arco de Fogo. Com isso, os produtores começam vida nova, ou seja, desmatamento zero”.

O presidente da Assembléia lembrou que muitos produtores rurais não têm condições de pagar multas exorbitantes aplicadas pelo Ibama e Sedam. “O perdão dessas multas é a alternativa para evitar queda no setor produtivo e, consequentemente, o desemprego. O setor madeireiro é responsável por 18 % do Produto Interno Bruto (PIB) e a economia de Rondônia precisa continuar crescendo”.

Uma outra proposta que será encaminhada ao Governo é reverter o valor da multa aplicada em um fundo reservado exclusivamente para aquisição de viaturas para usar na fiscalização do meio ambiente. “O dinheiro também vai facilitar a contratação de pessoal, uma deficiência constatada nos órgãos de fiscalização”, disse o parlamentar, ao reconhecer que muitos produtores cometeram crime ambiental por falta de uma orientação dos órgãos de fiscalização.

Deflagrada pelo Governo Federal, a Operação Arco de Fogo começou na cidade de Tailândia, no Pará, onde os fiscais aplicaram, desde o dia 26 de fevereiro, mais de R$ 5 milhões em multas contra madeireiras que detinham em seus pátios toras retiradas ilegalmente da floresta e carvoarias que funcionavam sem autorização. Em seguida, a operação se concentrou nos municípios de Machadinho e Cujubim.
No último dia 2, o Governo do Estado, por meio do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPA), numa operação conjunta com a SEDAM e a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DECCMA), apreendeu 2.632.954 metros cúbicos de madeira, na região de Machadinho D´Oeste, durante uma fiscalização.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions