Rondônia, domingo, 24 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 18 de Março de 2009 - 11h36

Amorim pede que PF e Senado investiquem empréstimos do BNDES

Yodon Guedes


A instalação de uma subcomissão no Senado para investigar os critérios adotados pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) para financiamentos a apenas um grupo de frigoríficos no país, deverá ser criada, por sugestão do deputado federal Ernandes Amorim (PTB), e acolhida pelo senador Wellington Salgado (PMDB-MG), durante audiência, na terça-feira (17), sobre ajuda governamental a grandes frigoríficos na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado.O socorro a um grupo de 18 frigorificos foi noticiado, em primeira mão, pelo jornal Valor Econômico que pautou a reunião no Senado, com o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes; Roberto Giannetti da Fonseca, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadores de Carne (Abiec); Péricles Salazar, presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo); Antenor Nogueira, presidente do Fórum Nacional da Pecuária de Corte, e parlamentares.

Amorim, que desde o ano passado tem denunciado na Câmara, o favorecimento do Bndes a um grupo de frigorificos, entre eles o Independência, que mesmo em estado de insolvência tem obtido empréstimos dando como garantia “as nuvens” participou da audiência pública onde defendeu investigação minuciosa por peritos, inclusive da Polícia Federal. Nesta quarta-feira, ele encaminhou à Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, um farto dossiê contendo denúncias do favorecimento do Bndes a um grupo de frigorificos, em detrimento de outros principalmente os que têm planta na Amazônia.

“Fomos discutir essa preocupação sobre os pedidos de recuperação judicial feitos por grandes frigoríficos, como a rede Independência, e essa ajuda do governo, gestada no Senado, segundo o jornal, para apenas 18 frigorificos. Queremos saber os critérios para tal socorro. Porque foram excluídos, desse socorro, os da nossa região que sempre precisaram, e precisam de capital de giro para continuar gerando empregos na Amazõnia e em particular Rondônia. Precisamos discutir toda a cadeia produtiva, geradora de riquezas e divisas para o país, não podemos nos situar apenas nesse socorro em particular. O Brasil comercializa hoje com 150 países a carne produzida aqui e não podemos deixar que o Bndes, com essa política, favoreça apenas um cartel. Isso tem que ser redimensioando, pois sabemos que o Governo Lula é sério, sob o risco de virar escândalo a ser investigado pela Polícia Federal”, pregou Amorim durante participação na audiência no CRA do Senado.

A preocupação externada por Amorim, encontrou apoio da presidente Confederação Nacional de Agricultura, senadora Kátia Abreu (DEM-TO) que também cobrou informações sobre o empréstimo feito pelo Bndes, ao grupo Independência, “Queremos que o Governo ajude ao setor produtivo, a toda cadeia, mas precisamos de critérios, para evitar a continuidade de favorecimentos a um cartel. Rondônia, por exemplo, tem vários frigoríficos, tem um plantel de mais de 11 milhões de bois e, no entanto, nunca obteve nenhum empréstimo desse banco dito social. Isso é um absurdo e precisa se revisto”, disse Amorim. O ministro da Agricultura, presente no evento, negou a existência de um pacote para socorrer um grupo de frigoríficos, conforme noticiado pelo jornal Valor Econômico


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions