Rondônia, segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 06 de Maio de 2008 - 19h27

ASSEMBLÉIA DIZ QUE JOÃO DA MULETA AGUARDA PARECER DO TRIBUNAL DE CONTAS, MAS NÃO EXPLICA PORQUE MANTÉM APOSENTADORIA

RONDONIAGORA.COM


ASSEMBLÉIA DIZ QUE JOÃO DA MULETA AGUARDA PARECER DO TRIBUNAL DE CONTAS, MAS NÃO EXPLICA PORQUE MANTÉM APOSENTADORIA
Em uma tentativa de explicação nada convincente, a Assembléia Legislativa expediu nota nesta terça feira, para “esclarecer” as denúncias do RONDONIAGORA sobre a concessão da aposentadoria ao ex-deputado estadual João da Muleta (PMDB-Jaru). A denúncia se baseou na própria divulgação oficial do Poder, o Diário Legislativo e não houve contestação por parte da Casa ou de sua assessoria sobre o fato de ter tirado e depois retornado o benefício. No “esclarecimento”, a Assembléia diz que não está efetuando o pagamento, aguardando parecer do Tribunal de Contas. Não há explicação para a edição de dois atos da Mesa Diretora, garantindo a pensão e a republicação assegura na realidade direitos claros ao ex-parlamentar, uma vez que podem ser contestados no Judiciário. Confira a “explicação” da Assembléia:“ALE AGUARDA PARECER DO TCE SOBRE APOSENTADORIA DE EX-DEPUTADO

A Procuradoria Geral da Assembléia Legislativa do Estado de Rondônia está aguardando um parecer do Tribunal de Contas do Estado sobre o pedido de aposentadoria do ex-deputado João Batista dos Santos, o João da Muleta. Diferente do que está sendo divulgado, o Poder Legislativo não concedeu nenhum benefício para o ex-parlamentar, muito menos pagamento a título de pensão por invalidez.
O ex-parlamentar entrou com pedido de aposentadoria por invalidez durante o exercício do mandato na legislatura passada. O pedido foi negado pela Mesa Diretora em 22 de fevereiro, por meio do Ato da Mesa Diretora 005-2008, publicado no Diário Oficial da Assembléia Legislativa. O parlamentar recorreu da decisão e apresentou sua defesa, encaminhada também para análise do TCE.
O Parecer Técnico do TCE que motivou Ato 020-2008, como bem declinou João da Muleta, tem característica de simples manifestação técnica, ou seja, “não tem o condão de dar suporte a qualquer decisão a respeito de sua conclusão, salvo, é óbvio, se for acolhida pela Corte de Contas”. A decisão terminativa que poderia motivar a ineficácia ou não do Ato que concedeu pensão ao ex-parlamentar caberá ao próprio TC.
Enquanto isso, a Assembléia aguarda manifestação final do TCE, contudo, sem o pagamento da pensão que já foi suspensa pela atual Mesa Diretora até decisão terminativa da Corte de Contas. É importante enfatizar que a análise da legalidade e registro dos aposentados é de competência do TCE, na forma do artigo 1°, V e 37 II, da Lei Complementar 154-96.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions