Rondônia, quinta-feira, 19 de outubro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 17 de Junho de 2009 - 17h57

Cassol e Dilma Roussef lançam obra milionária de tratamento de esgoto

RONDONIAGORA


A cidade de Porto Velho será beneficiada com mais uma obra milionária, que custará R$ 644 milhões aos cofres públicos, dos quais R$ 250 milhões de investimento do Governo do Estado. Trata-se da ‘Rede de Esgoto Sanitário’ da Capital que receberá ordem de serviço nesta sexta-feira pelo governador Ivo Cassol e pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. O lançamento da obra está marcado para as 19 horas, no ‘Campo do 13’, bairro Embratel, zona Norte da cidade. A obra contará com sistema de coleta, tratamento e disposição final de esgoto sanitário.Serão instalados mais de 900 quilômetros de tubulações para a coleta do esgoto, além da construção de 25 estações elevatórias e duas estações de tratamento de esgoto. Cerca de 75% da população de Porto Velho será beneficiada com as obras que trarão mais qualidade de vida aos moradores, além da criação de novas oportunidades de trabalho por toda a cidade. Inicialmente as obras irão gerar 280 empregos diretos. No final, serão 800 empregos diretos. Os trabalhos começam com dez frentes de trabalho e chegaram a 30 frentes em diversos bairros. As estações de tratamento serão construídas nos bairros Nacional (Norte) e no Areia Branca (Sul). Serão 24 meses de trabalho até a conclusão.

O governador Ivo Cassol enfatizou que, o Governo do Estado tem feito investimento pesado em obras que beneficiam a Capital, a exemplo do Centro Político Administrativo (CPA), do Teatro e da implantação da rede de água tratada para 100% da população, algo em torno de 300 mil habitantes. “O esgoto sanitário é mais uma obra que a administração estadual injetará recursos em parceria com o Governo Federal, será a grande obra da nossa administração na capital, tal qual o CPA.”.

Estudos realizados no Brasil apontam que, 70% dos atendimentos em prontos socorros decorrem de doenças causadas pela ingestão de água sem tratamento. Os mais afetados são as crianças e idosos, que têm organismo mais frágil. Os mesmos estudos mostram que investimento em saneamento básico resulta na economia de recursos públicos em saúde no futuro, vez que menos pessoas doentes são encaminhadas aos hospitais. Isto significa ganho de vida melhor.
Como vai funcionar
O objetivo é tratar as águas da pia da cozinha; do banheiro (chuveiro e do vaso sanitário); e do tanque da máquina de lavar. Depois de tratada a água será devolvida para os rios, com grau de pureza de 90%.

No primeiro momento o esgoto chega à estação e passa por um local gradeado, separando o lixo grosso do liquido. No segundo passo, ocorre a divisão do esgoto líquido do esgoto sólido (vaso sanitário). Esgoto líquido filtrado e recebe tratamento, enquanto o sólido vai para aterro sanitário. Em seguida o esgoto é tratado e jogado nos rios, com 90% de pureza.

Quando tudo estiver pronto, a empresa responsável pela obra terá 12 meses de operação assistida por funcionários da empresa que tomará conta do sistema. Depois serão mais 12 meses de operação pré-assistida.

A secretaria de Estado de Planejamento será a responsável pelas obras, que depois de concluídas passarão a ser administradas pela Caerd.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions