Rondônia, sábado, 21 de outubro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Sexta, 12 de Junho de 2009 - 09h54

Deputado culpa Prefeitura e diz que situação é de emergência

Paulo Ayres


“O caos na saúde pública da capital de Rondônia é em decorrência da omissão e da incompetência da Prefeitura de Porto Velho, ao não promover os investimentos necessários neste setor, não mantendo sequer os postos de saúde funcionando de modo regular”. A declaração é do deputado estadual Doutor Alexandre Brito (PCT) ao defender a constituição de um grupo de gestão estratégica para o enfrentamento dos problemas que se verificam no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, Hospital de Base e Policlínica Oswaldo Cruz.Para o deputado, o maior culpado pelo caos na área da saúde é da Prefeitura de Porto Velho, que não faz investimentos. “Vamos estudar na Assembléia Legislativa uma forma de responsabilizar o prefeito Roberto Sobrinho pelos crimes de omissão e negligência. Não é possível continuar desse jeito. Os postos de saúde do município estão sucateados, as policlínicas com os constantes problemas de falta de médios e remédios, mas enquanto isto o prefeito orquestra sua campanha eleitoral para governador do Estado”, concluiu o parlamentar.

Segundo o Doutor Alexandre Brito enquanto pequenos municípios gerenciam seus hospitais, a Prefeitura de Porto Velho se acovarda. A criação do Hospital Municipal da capital rondoniense, não pode mais ser adiada. Ele destacou ser preciso uma auditoria no montante de recursos financeiros disponibilizados pelo Governo Federal e dos repasses do Estado para a Prefeitura de Porto Velho, para se responsabilizar o prefeito por não cumprir com seu dever de garantir um atendimento digno à população na área da saúde.

Membro da Comissão Especial de Acompanhamento das Ações dos Hospitais da Capital, formada no final do mês passado pela a Assembléia Legislativa de Rondônia, o deputado Doutor Alexandre Brito vai propor no parlamento estadual, que o Governo Estadual busque os entendimentos necessários visando ocupar o prédio do que era para ser o Hospital do Câncer de Porto Velho, para abrigar temporariamente os serviços do Hospital e Pronto Socorro João Paulo II que necessita de urgente reforma em sua estrutura física.

Outra medida anunciada pelo deputado Doutor Alexandre Brito diz respeito a se formalizar um convênio em caráter emergencial, para que o Hospital de Guarnição (órgão do Exército Brasileiro) desenvolva temporariamente o atendimento de pronto socorro em Porto Velho, até que ocorram as reformas estruturais do João Paulo II.

Para o deputado é preciso se garantir um tratamento digno aos pacientes. “Não é admissível constatarmos no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II os pacientes sendo espalhados pelo chão. Pacientes com fraturas sendo dispensados. Uma lista quilométrica de pacientes esperando a marcação de uma cirurgia. Aquela unidade se constitui hoje um autêntico centro de extermínio nazista, assim infelizmente pode ser considerado aquele local”, disse o parlamentar que também é médico.

De acordo com o deputado Doutor Alexandre Brito não adianta pressionar os servidores que no momento se encontram em greve, pois o caos do hospital não é em decorrência do movimento grevista. Desta forma, diante da situação reinante, não existe outra alternativa a não ser requerer a decretação de estado de emergência na área de saúde. Ele ressaltou a importância do Governo contratar serviços para acabar com o drama de centenas de pacientes que esperam por uma cirurgia, inclusive sai mais barato para o Estado.

O deputado fez questão de ressaltar que o caos no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II não é culpa dos servidores. Ele propôs ainda a constituição do Grupo de Gestão Estratégica na área da saúde, para promover todas as ações necessárias para superar esta crise. Este grupo no seu entendimento deve se formado por representantes da sociedade, dos servidores da saúde, Conselho Regional de Medicina, administradores, representantes do Ministério Público, Tribunal de Justiça, e da Assembléia Legislativa.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions