Rondônia, terça-feira, 24 de outubro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 25 de Março de 2009 - 16h00

Investimentos em água e saneamento são expostos pela Caerd na ALE

Assessoria


Investimentos em água e saneamento são expostos pela Caerd na ALE
Os investimentos em água tratada e saneamento básico que a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia - CAERD - vai executar em Rondônia foram debatidos em audiência pública na manhã desta quarta-feira (25) na Assembléia Legislativa. O evento, requerido pelo deputado Miguel Sena (PV), foi dirigido pelo deputado Neodi Carlos (PSDC) e contou com a participação de Rosenete Sena - presidente da Caerd, Rossini Pereira – superintendente da Caixa Econômica, vereador Mário Sérgio, Nailor Gato – presidente do Sindicato dos Urbanitários, Elizabeth Dias – engenheira da Construtora Andrade Gutierrez, prefeito Charles Luiz Pinheiro – representante da AROM, Luiz César – superintende do Ibama, deputados estaduais, representantes classistas e servidores da Companhia de Águas.Todos os investimento é resultado de convênio do Governo do Estado com o Governo Federal e fazem parte das obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e vai atingir os 52 municípios rondonienses.
O deputado Miguel Sena fez questão de frisar que “é um sonho que está sendo realizado pela Caerd e seus funcionários”. Lembrou que a Companhia é a única estatal que sobreviveu em Rondônia por ter adotado administração compartilhada, onde o estado e os servidores dividem a responsabilidade no gerenciamento administrativo. Destacou que foram agraciados com as obras do PAC – Funasa para obter-se 100% de água tratada os municípios de Porto Velho, Ariquemes, Jaru e Ji-Paraná e já receberam a ordem de serviço.
O parlamentar citou ainda que serão investidos pelo Governo Federal R$ 112 milhões e a contra partida do Governo de Rondônia será da ordem de R$ 350 milhões. Ariquemes ganhou R$ 9 milhões e 398 mil do Governo Federal e mais a contra partida do Estado de Rondônia de R$ 1 milhão, 410 mil. Para Jaru o investimento será de R$ 6 milhões e 729 mil e mais R$ 1 milhão e 41 mil em contra partida do Estado de Rondônia, enquanto que Ji-Paraná receberá R$ 9 milhões e 729 mil e mais a contra partida de R$ 1 milhão e 430 mil do Governo de Rondônia.
Lembrou que o progresso chegou e falou que os investimentos nas Hidrelétricas do Madeira são importantes, mas lamentou a devastação da natureza, observando o desaparecimento de cachoeiras, principalmente a de Santo Antônio. “Sou portovelhense, o único parlamentar da atual legislatura nascido aqui e lamento isso, mas concordo o investimento em setores prioritários de Rondônia. O progresso com as Hidrelétricas não vai ficar aqui, pois a energia produzida aqui vai todo embora. Seria bom que se investisse mais em saúde, transporte e outros setores prioritários como contra-partida para Rondônia”.

DEPUTADOS

O deputado Edson Martins (PMDB) chamou atenção para a urgência das obras na BR 429, previstas no PAC, e “fundamental para levar progresso a cinco municípios que estão ao longo da estrada e que esperam ansiosamente pelo asfaltamento”. O Deputado lembrou a ação da bancada federal na luta pelo asfaltamento da BR 429.
Ao fazer da tribuna o deputado Jesualdo Pires (PSB) destacou a importância do saneamento básico para o município, relatando que pesquisas apontam que 60% dos casos de doenças são provenientes da falta de saneamento básico. “Investir em saúde preventiva é a melhor saída, pois se deixa de gastar com saúde pública”. Em relação à Caerd o deputado criticou as altas taxas cobradas pela Companhia de Águas e esgotos de Rondônia (CAERD), e declarou ser a favor da privatização, mas contra a forma como as empresas querem trabalhar, buscando apenas os municípios que proporcionam rentabilidade, não se importando de fato com o consumidor final. Jesualdo fez um alerta aos consumidores para os benefícios da água tratada e pediu apoio da Companhia para dar início a uma campanha de conscientização, pois após a instalação da água tratada os moradores utilizam o antigo poço como fossas sépticas, correndo um grande risco de contaminação do lençol freático e causando danos muitas vezes irreversíveis para a vida do cidadão.
O deputado Ribamar Araújo (PT) lembrou que os recursos federais tem ajudado Rondônia e que as hidrelétricas do Madeira serão benéficas para Rondônia. O Deputado parabenizou a Caerd por seu crescimento e disse que a empresa tem tido apoio do Governo Lula para ampliar as redes de água e esgoto em todo estado de Rondônia.

DIREÇÃO DA CAERD

A coordenadora técnica do projeto, pela Caerd, engenheira Débora Medina Reis, durante a audiência pública fez uma explanação sobre como está sendo desenvolvido o projeto de saneamento básico e seus avanços sobre a ampliação do sistema de tratamento de água em Porto Velho para 1.700 litros por segundo, 18 mil ligações de água até 2 de fevereiro do ano que vem e que já foram executados 24.156 m de rede primária, além de outras informações em relação ao restante do Estado. “Essas obras que estão sendo realizadas através do PAC realmente são um sonho”, observou.
A engenheira também informou que estão realizando oficinas de educação ambiental na Zona Leste, Sul, Norte e Oeste de Porto Velho para evitar contaminação dos trabalhos que estão expostos. Ao final da explanação foram exibidas fotos com as obras de saneamento.
A presidente da Caerd, Rosinete Sena, informou que as obras de saneamento estão sendo feitas graças ao PAC, mas que tem a contrapartida do Estado. “É um momento ímpar para a história da Caerd. Queremos demonstrar para a sociedade a transparência da Caerd, Essas obras já estão acontecendo em vários locais do Estado e o cidadão pode acompanhar a realização dessas obras, bem como, a aplicação desses recursos. Esse é o nosso papel. Essa audiência pública é uma oportunidade para a Caerd estar prestando estes esclarecimentos. Toda nossa equipe técnica está à disposição de todos os deputados que possam se inteirar sobre o que está acontecendo na realização dessa obras”, enfatizou.
O superintendente da Caixa Econômica Federal Rossini Pereira parabenizou a realização da audiência por ser um tema tão importante. Segundo ele, cerca de 600 empreendimentos estão em andamento no estado e todos contam com o patrocínio da Caixa Econômica. O trabalho está sendo executado, conforme disse, com muitas mãos e sob a orientação do presidente Lula e da ministra Dilma Roussef. Ele assegurou que sempre estará aos chamados da Assembléia Legislativa.
Já o vereador Mário Sérgio destacou a importância desse trabalho especialmente em Porto Velho. Pediu que a Caerd repasse aos vereadores o cronograma de obras para que a Câmara Municipal possa acompanhar as atividades da Companhia de Águas e Esgotos. Também falou sobre a necessidade de um trabalho de conscientização sobre a importância da água tratada junto à população carente. Parabenizou a Caerd e a Andrade Gutierrez pelo trabalho, “vocês estão realizando um grande sonho da nossa população que é ter água 100% tratada”.
Coube ao deputado Miguel Sena, proponente da audiência pública, fazer o enceramento do. Agradeceu a presença de todos e afirmou que o objetivo da audiência pública foi alcançado. “A Caerd vem desenvolvendo um bom trabalho em Rondônia, com apoio do Governo federal e Estadual”. Miguel fez um destaque às obras em Jaru, onde serão investidos R$ 2 milhões em saneamento básico.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions