Rondônia, terça-feira, 24 de outubro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 30 de Abril de 2009 - 11h15

Jesualdo defende leite mais barato para o consumidor

Assessoria


O deputado estadual Jesualdo Pires (PSB-Ji-Paraná), presidente da CPI do Leite, defendeu que as indústrias de beneficiamento aumentem a produção do leite pasteurizado, o chamado leite de saquinho, para ser oferecido no mercado consumidor. Conforme o deputado, levantamentos feitos pela CPI mostram que o leite pasteurizado é 40 % mais barato e mais nutritivo que o leite UHT (leite de caixinha) e que este leite dificilmente está sendo encontrado no mercado pela população.O processo de industrialização do leite UHT demanda uma temperatura muito maior de aquecimento que o leite pasteurizado, deixando-o cerca de 40% mais caro e com menos nutrientes.

“Hoje o leite pasteurizado que é mais nutritivo e mais barato não é encontrado no mercado. O consumidor não tem opção de compra, porque na maioria dos supermercados é oferecido somente o leite de caixinha com valores que variam de R$ 1,65 a 1,78. Esse processo penaliza principalmente o consumidor de baixa renda que se vê obrigado a comprar o produto mais caro”, ressaltou Jesualdo.

Pires esclareceu que na oitiva que realizada com o diretor da Tetra Pak, multinacional que domina o mercado de embalagens de leite UHT, este reconheceu que nos países desenvolvidos, inclusive na Suécia berço da empresa multinacional, o uso do leite em caixinha é muito limitado e a preferência do consumidor é pelo leite pasteurizado que é vendido em embalagens plásticas de 1 e até 5 litros.

Jesualdo afirmou ainda que os membros da CPI estão estudando políticas públicas para aumentar o consumo de leite pasteurizado em escolas públicas, creches, presídios e, especialmente em comunidades carentes, tendo em vista que vários empresários de pequenos latícinios disseram que possuem os equipamentos para a fabricação do leite pasteurizado, mas que não conseguem mercado por conta de políticas de incentivo de consumo e falta de mercado consumidor.

O deputado especificou que os motivos que levaram a substituição do leite pasteurizado pelo UHT no mercado são a comodidade de armazenamento, durabilidade e transporte, mas isto têm afetado os consumidores que deixam de ter uma opção de um produto mais barato e de melhor qualidade nutricional.

“Essas informações geraram inúmeros questionamentos sem respostas e os membros da CPI do leite estarão trabalhando para adequar este sistema, visando aperfeiçoar o setor e garantir o benefício a todos" disse Jesualdo.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions