Rondônia, quarta-feira, 20 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 24 de Abril de 2008 - 18h59

LIDERADA POR EXPEDITO JÚNIOR, SUBCOMISSÃO APONTA INCRA COMO CULPADO POR CRISE COM MADEIREIROS EM RONDÔNIA

Agência Senado


LIDERADA POR EXPEDITO JÚNIOR, SUBCOMISSÃO APONTA INCRA COMO CULPADO POR CRISE COM MADEIREIROS EM RONDÔNIA
A Subcomissão Temporária para Acompanhar a Crise Ambiental na Amazônia visitou, nesta quinta-feira, os municípios de Cujubi e Machadinho, em Rondônia, região onde está sendo deflagrada parte da Operação Arco de Fogo, realizada pela Polícia Federal, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pela Força Nacional de Segurança, com o objetivo de inibir a exploração ilegal de madeira e a devastação de áreas de conservação ambiental. Segundo relatou o senador Expedito Júnior (PR-RO) à Agência Senado, a crise vivida nessas localidades seria causada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).-Estivemos em madeireiras que tiveram suas portas lacradas pela Polícia Federal, desempregando trabalhadores e gerando protestos. Mas, cada vez mais, estamos cientes de que a Operação Arco de Fogo centrou o foco de sua rigorosa fiscalização no alvo errado. Não são as madeireiras, ou serrarias, empresários e trabalhadores os culpados por esse quadro no país, e, sim, o Incra, que tem a responsabilidade de promover a regularização fundiária - afirmou.

Expedito Júnior disse que a responsabilidade do Incra no conflito local é reconhecida ainda por delegados da Polícia Federal, por representantes do Ibama e por outras autoridade federais e estaduais. Conforme acrescentou, será realizada reunião na Assembléia Legislativa de Rondônia, ainda nesta quinta-feir, onde integrantes da subcomissão, parlamentares locais e setores interessados na exploração de madeira tentarão convencer autoridades federais a fechar um acordo em torno do desenvolvimento sustentável da região.

Segundo avaliou o senador, isso seria possível porque, ao contrário do Pará, onde a Polícia Federal também concentra fiscalização do gênero, Rondônia já tem implantados projetos de manejo de madeira e de reflorestamento, além de possuir licenças ambientais para exploração madeireira.

A visita da subcomissão a Rondônia também contou com a participação dos senadores Gilberto Goellner (DEM-MT), Jayme Campos (DEM-MT) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e incluiu sobrevôo a reservas legais e assentamentos do Incra na região vigiada pela operação Arco de Fogo. Lá, teriam sido observadas possíveis irregularidades na divisão cartorial de terras para assentamentos, assinalou Expedito Júnior.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions