Rondônia, segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Sexta, 11 de Julho de 2008 - 17h07

PREFEITO DE JARU RETOMA MUNICÍPIO E ENCONTRA CAOS NA SAÚDE, EDUCAÇÃO E NA SECRETARIA DE OBRAS

RONDONIAGORA.COM


PREFEITO DE JARU RETOMA MUNICÍPIO E ENCONTRA CAOS NA SAÚDE, EDUCAÇÃO E NA SECRETARIA DE OBRAS
Falta de remédios na farmácia do Hospital Municipal, briga entre diretores e os coordenadores da Educação, nomeados pela prefeita temporária Stella Mary Martoni (PP), e sucateamento de ambulâncias, máquinas e caçambas, além de um grupo de servidores demitidos na Saúde, mas com serviços prestados durante 30 dias, sem poder receber seus vencimentos. Esse foi um pequeno quadro da ingerência e falta de competência administrativa encontrada pelo prefeito Ulisses Borges (PR) ao retornar ao cargo na última quarta-feira. “Foram 37 dias de absoluto caos”, desabafou o chefe do Executivo, que correu atrás de remédios para não deixar a comunidade sem atendimento básico no HM. A prefeita temporária foi capaz de emitir um decreto de emergência na Saúde sem amparo legal, o que quase complica ainda mais a conturbado município de Jaru. Nem mesmo o processo licitatório para compra de remédios foi dado prosseguimento pela equipe da ex-prefeita.Na semana passada, Stella havia decidido renunciar ao cargo porque não estaria agüentando a pressão do mesmo grupo de vereadores que afastou o prefeito Ulisses Borges. Depois de uma reunião tensa na Casa de Leis, ela decidiu ficar e aguardar a decisão judicial sobre o retorno do prefeito. Ulisses voltou a reafirmar que a politicagem tomou conta da cidade de Jaru e o cidadão é que sai perdendo com as invencionices da Câmara patrocinada pelo grupo do candidato do PMDB, João da Muleta, irmão do deputado estadual Amauri dos Santos, afastado por corrupção do município de Jaru. “Até o posto de combustível cortou o fornecimento”, assinou Ulisses, que não é candidato a reeleição. “Agora minha função é preparar o município para o sucessor, deixar em condições de governabilidade”, frisou.
A ex-prefeita em desrespeito a resolução do Tribunal de Contas de Rondônia contratou uma empresa de Rolim de Moura por R$ 21 mil para fazer tomada de contas no município. “O próprio tribunal já havia enviado suas equipes para o município, inclusive na semana passada. Não havia necessidade de gastar R$ 21 mil com essa empresa, ainda mais se estava faltando até remédio nos postos”, criticou o prefeito. Em relação aos números divulgados pela assessoria da ex-prefeito Stella Mary, Ulisses se defendo dizendo que já pegou Jaru com uma dívida de R$ 8 milhões, herdada da administração desastrada do deputado e ex-prefeito Amauri dos Santos. “A verdade sempre prevalecerá e essas mesmas pessoas que estão fazendo esse tipo de politicagem receberão a resposta do povo nas urnas”, sentenciou o prefeito Ulisses Borges.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions