Rondônia Agora
Ler Últimas Notícias

Procurar por

Artigos

Sábado, 16 de abril de 2011 - 11:39

Coluna Semanal Concursos

OS 7 PECADOS CAPITAIS QUE O CONCURSEIRO NÃO DEVE COMETER

Por: RIDISON LUCAS DE CARVALHO

É impossível falar sobre concursos públicos sem tocar no nome de WILLIAM DOUGLAS. Dentre os seus diversos artigos, merece destaque um que aborda sobre quais são os sete pecados capitais que o concurseiro não deve cometer. O tema é tão importante e interessante que vou resumir, aqui, as palavras do ilustríssimo autor, além de tecer alguns comentários.

Pois bem, desde pequenos ouvimos que o cometimento dos pecados capitais leva ao inferno. Quando o assunto é concurso público, primeiro passamos pelo purgatório (desânimo e vontade de desistir) e depois acabamos na reprovação (frustração).

Vejamos cada um dos pecados capitais na vida de um concurseiro.

GULA – É a pressa de passar num concurso público! Tenho certeza que vocês conhecem a seguinte frase: “concurso se faz não para passar, mas até passar”. Assim, esqueça a pressa e comece a estudar com regularidade, planejamento e antecedência. Tenha consciência que a aprovação é resultado de um processo longo, mas é algo que você (se trabalhar direito) pode contar. Não estou negando que algumas pessoas passam num concurso público com pouco tempo de estudo, mas isso é exceção.


SOBERBA - É a arrogância, o achar que já se é o "sabe-tudo", o "rei da cocada", aquele que já fechou a prova antes mesmo de fazê-la. Diversos candidatos inteligentes e bem preparados são vítimas da soberba, ao passo que os menos capazes, mas esforçados, chegam lá, assim como na história da corrida da lebre com a tartaruga. A humildade nas aulas, no estudo, nas provas, em todo o processo, enfim, é o caminho para a glória. E essa virtude eu sempre digo que é o termômetro da sua aprovação, pois a consciência de que não é o melhor vai te fazer continuar estudando e procurar melhorar. Enquanto isso, o sabe-tudo fica estacionado naquilo que ele julga suficiente para ser aprovado. Afinal, quase nunca achamos o nome nas listas de aprovados daquelas pessoas que nas aulas ficam querendo dar uma de “sabe-tudo”, muitas das vezes até esperando uma oportunidade para mostrar que sobre determinado ponto sabe mais que o professor ou até do que o autor de determinada doutrina.


PREGUIÇA – Precisa de comentários? Acho que tem muita gente lendo esta matéria que se encaixa perfeitamente no referido pecado. O remédio para isso é simples, chama-se motivação! Caso você esteja desanimado ou com vontade de desistir, lembre-se das pessoas que você mais ama e encontrará combustível extra para a batalha. Não estude para mostrar para os outros, mas sim para você mesmo acerca da sua capacidade. Boa remuneração, família, vontade de casar, mudar de vida, estabilidade, sei lá, encontre algo que te faça deixar de lado a preguiça. Lembre-se que a motivação é quase tudo no estudo... Sempre quando eu estava estudando e pensando em descansar, lembrava da história da minha família, principalmente da luta da minha mãe para poder estudar, face a falta de condições financeiras para tanto. Isso me fazia (e faz ainda) explodir de vontade de estudar para dar orgulho a ela.


INVEJA - Acontece quando o concurseiro fica vigiando a vida, os resultados e as coisas boas que os outros possuem ao invés de ir resolver a própria. Lembre-se que o seu maior concorrente é você mesmo e não aquele sentado ao seu lado na biblioteca ou na sala de um cursinho.




IRA - Representa a raiva, ódio ou desânimo pela enorme quantidade de fatos que envolvem a vida de um concurseiro, dentre eles: cansaço, dificuldades com a família ou com a matéria, falta de apoio do marido ou esposa, os absurdos ou fraudes em concursos, taxas de inscrição abusivas, professores despreparados, atraso nas aulas, falta de tempo, etc. Haja paciência! Nessas horas, não adianta “ficar irado”, o jeito é ir estudar, pois um dia a gente passa, apesar de tudo. Cair na raiva só vai fazer você desistir de estudar.

 

LUXÚRIA - É o lazer exagerado, as viagens, passeios, baladas e tudo o mais que é delicioso, um luxo, e que nos tira tempo e o foco para estudar. Pois bem, equilibrar estudo e lazer, administrar bem o tempo e saber estabelecer as prioridades é essencial para chegar ao sonho da aprovação (nomeação). De quantas pessoas já ouvi falar que não estudariam ou faltariam uma aula para ir tomar sorvete com o namorado(a) ou até mesmo para ir ao shopping. Quer saber um segredo? Elas não conseguiram passar, ainda!


AVAREZA – Ela tem 2 manifestações. A primeira, do candidato, quando economiza nos investimentos necessários para ser aprovado. Sobre isso já falei em matérias passadas. Ora, qual é a primeira coisa que, regra geral, um candidato pergunta numa banca de apostilas? Acho que é: QUAL O PREÇO? Ou seja, em primeiro lugar vem o valor e depois a qualidade. Lembre-se, também, que apostila não se escolhe pela beleza da capa. Atente-se que aquele investimento maior vai gerar reflexos por toda a sua vida. A segunda avareza, a pior delas, ocorre quando o concurseiro passa num concurso público e deixa de utilizar o cargo e competências dele para o bem da coletividade. Não sejamos avaros com o país, nem com o povo. Sempre peço aos meus alunos que valorizem a aprovação com trabalho, eficiência, simpatia, honestidade e entusiasmo. Cumprir o dever, e se puder, um pouco mais, sempre lembrando que a batalha foi árdua e que muitos amigos ainda estão na fila.

 Para os que foram bem nas provas do Banco do Brasil. TRF da 1ª Região ou TRT da 14ª Região, parabéns! Para os demais, tenham persistência e não parem de estudar, pois vocês entraram numa fila e a esperada hora (aprovação) vai chegar, SEM GULA POR FAVOR! A desistência leva o candidato para o final da fila, fato que atrasará ainda mais a aprovação. No máximo tire um “RECESSO CONCURSAL” de alguns dias.
.
    Bons estudos!

    Sr. dos Mnemônicos

    Contato: e-mail/MSN (srdosmnemonicos@hotmail.com)

Fonte: RONDONIAGORA

Autor: RONDONIAGORA

Versão para impressão Indique este arquivo Comente a notícia

Veja Também

TRT DA 14ª REGIÃO: DICAS PARA A PROVA + QUESTÕES DA FCC PARA DEBATETRT DA 14ª REGIÃO: DICAS PARA A PROVA + QUESTÕES DA FCC PARA DEBATE

DICAS DE QUEM PASSOU EM 1º LUGAR NO CONCURSO DO TRF1 (1ª PARTE)DICAS DE QUEM PASSOU EM 1º LUGAR NO CONCURSO DO TRF1 (1ª PARTE)

Dicas para os concursos do Banco do Brasil, TRT14 e TRF1 (parte 1)Dicas para os concursos do Banco do Brasil, TRT14 e TRF1 (parte 1)

Nova coluna aborda concursos públicos em Rondônia; ConfiraNova coluna aborda concursos públicos em Rondônia; Confira

Articulistas

Clickweb Agência Digital