Rondônia, 27 de maio de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Agronegócio

Consultoria fortalece cadeia produtiva do leite em mais de 2 mil pequenas propriedades rondonienses

Segunda-feira, 05 Junho de 2023 - 12:32 | da Secom/RO


Consultoria fortalece cadeia produtiva do leite em mais de 2 mil pequenas propriedades rondonienses

Criado dentro do arcabouço do Agroleite, o maior programa de assistência, inovação e tecnologia na cadeia produtiva do leite do Governo de Rondônia, o Consultec, projeto financiado pela Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri e executado pela Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia – Emater, contempla 2.220 propriedades.

Cada uma das 74 unidades do órgão atende 30 propriedades, com técnicos capacitados na metodologia Balde Cheio. Aprovado em 2020, o Consultec recebeu aporte de R$ 17 milhões da Seagri, via fundo Proleite, utilizados pela Emater na contratação de consultoria especializada para profissionalização das propriedades familiares que trabalham na produção de leite.

Segundo a gerente técnica da Emater, Flávia Carvalho, gestora do Consultec, “o programa é uma das etapas de um planejamento elaborado por vários técnicos, para que o Estado possa desenvolver a pecuária e fortalecer a cadeia produtiva”, salientou. Na prática, o Consultec, que se estende por cinco anos, aplica a metodologia do Balde Cheio, pesquisa desenvolvida há 22 anos pela Embrapa, e difundida por todo o país. Através de capacitação e orientação presencial, a propriedade é capaz de produzir mais leite em menor espaço, melhorar a genética bovina, profissionalizar a gestão financeira e reduzir os impactos ambientais da criação do gado.

Ao final do período de execução, o presidente da Emater, Luciano Brandão explicou que Rondônia será um “case de sucesso”, porque além das 2.220 propriedades capacitadas, 74 técnicos receberão certificados da metodologia Balde Cheio. Minas Gerais, por exemplo, tem cerca de 30 técnicos capacitados e 300 propriedades beneficiadas pela metodologia.

O governador Marcos Rocha sinalizou os trabalhos desenvolvidos com celeridade pela Emater e Seagri, por meio das ações do Consultec, e observou quanto aos incentivos para novas atividades, no tocante à melhora da cadeia produtiva. “Nossos números crescem na pecuária, reduzindo os impactos ambientais e melhorando a vida do pequeno produtor”, evidenciou.

O secretário de Estado da Agricultura, Luiz Paulo entende que, somente através do fomento à produção do leite  é possível chegar a uma pecuária leiteira de qualidade. “A Seagri sempre estará pronta para desenvolver ações de inovação para a produção rural”, afirmou.

REDUÇÃO DE CUSTOS E AUMENTO DA PRODUTIVIDADE

O técnico José Renato, selecionado pela Emater para o projeto, é um dos profissionais que atende 30 propriedades no município de Porto Velho. Desde o mês de janeiro de 2023, tem levado capacitação aos produtores, ensinando o gerenciamento da propriedade,  manejo sanitário, nutricional e genético. Segundo o técnico, o proprietário faz anotações sobre os custos da produção e recebe orientações sobre quais aspectos pode melhorar para reduzir as despesas, mas aumentando a produtividade.

Para participar do Consultec, o produtor precisou fazer inscrição na Emater e comprovar a propriedade familiar. Todos receberam o “Caderno do Produtor” para anotações diárias dos dados zootécnicos e financeiros da atividade leiteira, para subsidiar as tomadas de decisões da atividade junto à assistência técnica. Segundo a Emater, em todas as unidades demonstrativas são implantados o pastejo rotacionado, a seleção de animais com o aporte do projeto Rufião, para seleção e descarte de vacas, com o uso de ultrassom para diagnóstico de fertilidade do rebanha leiteiro.

Em 2022, foram realizados dois cursos teóricos de 40 horas cada, de capacitação técnica em Manejo Intensivo de Pastagens, na metodologia do Balde Cheio e Manejo do Rebanho Leiteiro e planejamento estratégico. E foram realizadas 592 horas de capacitação prática nas 74 unidades demonstrativas, em todo o Estado de Rondônia.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também