Rondônia, 16 de abril de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Cidades

Adunir defende revisão do valor da tarifa de ônibus antes do início do ano letivo na capital

Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 - 14:42 | Paulo Ayres


A presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Rondônia - Adunir, professora Walterlina Brasil, defendeu hoje a necessidade de revisão da tarifa de ônibus de Porto Velho, antes do início do ano letivo, pois o valor atual é abusivo, penalizando e comprometendo drasticamente o orçamento doméstico de trabalhadores e alunos. Ela também disse da necessidade de se debater a qualidade dos serviços prestados pelas empresas de transporte coletivo urbano da capital rondoniense.



De acordo com a presidente da Adunir, o valor anterior da tarifa de ônibus, já era abusiva, e completamente fora da realidade local, e agora com o reajuste concedido pelo prefeito Roberto Sobrinho, a situação se complicou ainda mais, principalmente para aqueles que são obrigados a utilizar mais de um ônibus em seus deslocamentos. “É preciso, portanto, urgente revisão por parte da Câmara de Vereadores e da Prefeitura de Porto Velho”, observou.

Para a presidente da Adunir, professora Walterlina Brasil, se faz necessário que a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Trânsito, permita o diálogo e debata com a sociedade, com relação a qualidade dos serviços prestados pelas empresas de transporte coletivo, principalmente no período noturno e final de semana, no caso específico dos acadêmicos da Universidade Federal de Rondônia.

Segundo ela, o reajuste da tarifa de ônibus atinge a todos, até mesmo o segmento empresarial ao adquirir o vale transporte para repassar aos funcionários.

Afirmou ainda a professora, quanto à necessidade dos membros do Conselho Municipal de Trânsito (órgão consultivo da Prefeitura da Capital), prestarem esclarecimento público, sobre o que de fato ocorreu nos bastidores deste organismo, para mudarem de posicionamento tão repentinamente, tendo em vista, que estes mesmos conselheiros, já haviam rejeitado anteriormente a planilha apresentada pelos empresários.

Ao concluir, declarou Walterlina Brasil quanto a necessidade da mobilização ampla da sociedade, no sentido de se avaliar criteriosamente os dados relatados na planilha das empresas de transporte coletivo, através da qual o prefeito Roberto Sobrinho aproveitou para decretar o aumento da passagem de ônibus.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

Decisão que suspende aumento de tarifa é publicada no Diário da Justiça

A decisão da Justiça de Rondônia que determinou a suspensão do aumento da tarifa de ônibus na Capital foi publicada na edição desta sexta-feira no ...

JUSTIÇA SUSPENDE AUMENTO DA TARIFA DE ÔNIBUS EM PORTO VELHO E VÊ ILEGALIDADES

A decisão da Prefeitura de Porto Velho em aumentar a tarifa de ônibus na Capital de R$ 2,30 para R$ 2,60 foi considerado um ato ilegal e arbitrário...

Semtran insiste que tarifa em Porto Velho é barata

Em nota encaminhada a imprensa, a Secretária Municipal de Trânsito e Transporte de Porto Velho (Semtran) defende o reajuste da tarifa de ônibus de ...