Rondoniagora.com

Rondônia, 25 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

Ariquemes realiza oficina para implantação do “Projeto Mãos que Acolhem”

Quinta-feira, 07 Agosto de 2008 - 17:14 | Assessoria


Ocorreu nos dias 24 e 25 de julho, na sala de reunião do Grupo de Estudo e Pesquisa da Infância e Adolescência/GEPIA do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Ariquemes, localizada na sede das Faculdades Associadas de Ariquemes - FAAR, a oficina de preparação para implantação do projeto "Mãos que Acolhem", de autoria do juiz de direito Rinaldo Forti Silva, que tem por objetivo garantir a humanização do atendimento às criança e aos adolescentes vítimas da violência sexual.

O evento contou com a participação de magistrados, serventuários da justiça, representantes do Programa Sentinela, Conselho Tutelar, GAS (Grupo de Apoio Social), componentes da Rede de Proteção integral da Criança e do Adolescente do município de Ariquemes.

A oficina foi ministrada pela assistente social Maria Inês Soares Oliveira e o psicólogo Celso Cornélio Pereira, técnicos da Vara de Delitos de Trânsito e Crimes Contra a Criança e o Adolescente da Comarca de Porto Velho, que abordaram sobre o Marco Conceitual da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes; As crenças que comprometem a intervenção eficiente e promovem a reprodução do fenômeno; Falhas nos atendimento institucionais; Trabalho em rede - Intervenção interdisciplinar e interinstitucional e seu aspecto terapêutico; Metodologia do DSD; Projeto "Mãos que Acolhem" - Operacionalização e Instrumentais a serem utilizados. Também foram realizadas as oficinas: Treinando métodos e condutas e Processo de Desenvolvimento Pessoal: Fortalecendo as potencialidades do cuidador.

O evento contou com a participação de magistrados, serventuários da justiça, representantes do Programa Sentinela, Conselho Tutelar, GAS (Grupo de Apoio Social), componentes da Rede de Proteção integral da Criança e do Adolescente do município de Ariquemes.

Esta é a terceira etapa preparatória para a implantação do projeto que prevê um atendimento diferenciado, interinstitucional e interdisciplinar a crianças e adolescentes vitimas de violência sexual, desde a denúncia até a sentença.

O juiz Rinaldo Forti mobilizou entidades governamentais e não governamentais que se tornaram parceiras na concretização do projeto de humanização do ambiente da delegacia da Mulher de Ariquemes, onde será feita a gravação dos depoimentos das vítimas, com auxílio de um profissional especializado, visando a diminuição de danos. A gravação vai compor o inquérito policial e valerá como prova.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News