Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Cidades

Centro de referência em ressocialização no Norte será inaugurado em Rondônia

Quarta-feira, 08 Junho de 2016 - 14:06 | Da Redacao


Está programada para amanhã, 9, a inauguração do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Ji-Paraná, obra dos governos federal e estadual, por meio da Secretaria Especial dos Direitos Humanos. A cerimônia inicia às nove horas, com a participação de representantes de diversos segmentos sociais e autoridades dos três poderes, entre elas o governador Confúcio Moura (PMDB). A estrutura, que está localizada no bairro Santiago, às margens da BR-364, é uma reivindicação do Juizado da Infância e Juventude, por meio de sua titular, a juíza Ana Valéria Santiago Ziparro, que há anos busca meios para a instalação do Case. R$ 8 milhões foram investidos, entre recursos estaduais e federais.

A obra foi iniciada ainda em 2012, mas ficou paralisada por dois anos em razão de ajustes que precisaram ser feitos no projeto. Entre essas adaptações está o aterro do terreno. Os recursos para a adaptação só foram liberados em outubro de 2014. Nesse mesmo período a construção foi retomada.

A nova estrutura, construída no terreno do antigo Centro de Recuperação e Capacitação de Menores (Cercame), tem 52 vagas, das quais 32 já estão ocupadas por menores da região central do Estado e de cidades ao longo da BR-429. A meta do governo do Estado é tornar o Case referência, já que é a primeira instituição desse porte na região Norte do País.

O Case tem pavilhões que dispõe de setor administrativo, quadra poliesportiva coberta, piscina e salas de aula. No processo de ressocialização os internos tem acesso a aulas modulares dos ensinos fundamental e médio, além de artesanato, informática, horta e práticas esportivas. Tudo isso com acompanhamento técnico profissional. Há ainda orientação religiosa e assistência social.

Na opinião da maior entusiasta do Case, a juíza Ana Valéria, a estrutura dará condições para que os menores recebam tratamento que possa de fato ressocializá-los. Falando sobre a realização de um sonho, ela ainda disse que a obra só foi possível pelo empenho de diversos setores da sociedade, além do poder público, e fez questão de agradecer a  cada um.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também