Rondônia, quarta-feira, 24 de janeiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 22 de Julho de 2009 - 17h49

Com problemas na saúde, Cassol garante apoio a Guajará-Mirim

RONDONIAGORA


Com problemas na saúde, Cassol garante apoio a Guajará-Mirim
O governador Ivo Cassol (PP) se comprometeu a encaminhar uma equipe de técnicos para Guajará-Mirim para fazer um diagnóstico da saúde, que enfrenta sérios problemas com falta de médicos, superlotação de pacientes e escassez de medicamentos. O prefeito Atalíbio Pegorini esteve reunido com o chefe do Executivo hoje pela manhã e à tarde com representantes do Ministério Público e do Conselho Regional de Medicina (Cremero). A instituição fez um relatório apontando falhas e soluções para o setor, o que deve ser estudado pelo prefeito no decorrer dos próximos dias.“Estou vindo a Porto Velho pedir ajuda do Governo para fazer um diagnóstico e saber onde está o problema da saúde. Se é gestão então vamos fazer mudanças necessárias”, explicou Atalíbio, que herdou uma dívida de R$ 3 milhões entre salários, contas de energia, telefone e INSS. Até a segunda-feira, segundo o prefeito, a Sesau estará disponibilizando técnicos para efetuar o trabalho de análise da saúde de Guajará.

O setor enfrenta dois grandes problemas. O primeiro é o grande número de pacientes. O prefeito não sabe explicar se é realmente moradores de Guajará-Mirim ou há pessoas de outros municípios e até da Bolívia utilizando o sistema de saúde da cidade. Outra dificuldade é a falta de remédios desde os mais simples, como àqueles destinados a pressão arterial, até os mais complexos.

Além da saúde, Atalíbio também reclama de outros débitos deixados pela gestão passada e até desvio de recursos de convênios para ‘tapar’ buracos na administração municipal. Além do inchaço da folha de pagamento, há dívidas com a Previdência Social, convênios, entre outras dívidas pendentes. Hoje, o prefeito diz que trabalha com investimento zero desde o início da gestão porque não há recursos. “A solução é buscar convênios e somos agradecidos ao governador pelo programa Cidade Limpa e agora a lama asfáltica que estão sendo encaminhada para a cidade”.

Remédio chinês

Nesta quarta-feira, o Conselho Regional de Medicina encaminhou nota a imprensa denunciando uso de remédio de fabricação chinesa sem a inspeção da Agência de Vigilância Sanitária. O prefeito diz que não sabe como esses remédios foram parar no hospital público porque não houve nenhum procedimento licitatório para comprar remédios de outros países. Nesta semana ainda, o prefeito, que esteve reunido com o Cremero tratando do assunto, prometeu abrir uma sindicância para apurar responsabilidades sobre o caso.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions