Rondônia, domingo, 5 de abril de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 31 de Maio de 2017 - 18h37

Descumprimento de decisão judicial poderá dar punição a grevistas em Cacoal

da Redação


Descumprimento de decisão judicial poderá dar punição a grevistas em Cacoal

Decisão da 1a Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) que suspendeu a iniciativa do Sindicato dos Servidores Municipais de Cacoal (Sinsemuc) em decretar greve foi desrespeitada pelos representantes da entidade. Inicialmente o presidente do Sinsemuc, Ricardo Sérgio Ribeiro, alegava não ter sido notificado da decisão, mas já na manhã de ontem recebeu o documento das mãos de um oficial de Justiça. Nesta quarta-feira (31) o movimento grevista voltou a ter manifestantes na Praça Municipal de Cacoal, mesmo com amplo conhecimento da decisão do TJ-RO pela suspensão e com ampla informação de que o presidente do Sindicato já havia sido notificado, o que deveria ter interrompido qualquer manifestação, como havia sido determinado pelo desembargador Oudvanil de Marins, que relatou o processo.

Ainda nesta quarta a liminar, que havia sido concedida na última segunda-feira, foi mantida, indo contra tentativa do Sindicato de que a decisão da 1a Câmara Especial fosse revertida.

A incitação à greve, mesmo com conhecimento da decisão do Judiciário em suspender o movimento, pode acarretar em punição por parte Tribunal de Justiça aos servidores que insistirem em paralisar suas atividades que, como definiu a na decisão judicial," são fundamentais a toda a sociedade". Tal entendimento cabe também aos diretores do Sinsemuc.

A impossibilidade do município de Cacoal conceder aumento salarial na atual conjuntura econômica foi reconhecida pelo Tribunal de Justiça, que analisou os números apresentados pela equipe técnica da administração municipal. Atualmente o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, de 51,3%, foi ultrapassado, já que os gastos com pessoal hoje chegam a 53,58% da arrecadação. Caso o município chegue a 54% de comprometimento da arrecadação com pagamento de pessoal, a LRF determina que fique impossibilitado de celebrar convênios com Estado e União, o que criaria o caos, já que os municípios brasileiros dependem de repasses governamentais para que possam se manter.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/descumprimento-de-decisao-judicial-podera-dar-punicao-a-grevistas-em-cacoal)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions