Rondônia, sábado, 21 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quinta, 26 de Fevereiro de 2009 - 18h35

Enchentes atingem mais de 200 mil pessoas em Rondônia

O Globo


As fortes chuvas que atingem Rondônia causaram estragos em pelo menos 15 municípios e atingiram mais de 200 mil pessoas. Outras cinco cidades estão isoladas do restante do estado. Pelos cálculos das autoridades, mais de 170 mil pessoas estão desalojadas somente no Vale do Guaporé. As enchentes aumentaram consideravelmente o nível das águas dos rios Muqui, Machado, Urupá e Jaru. A Defesa Civil contabilizou nesta quarta-feira de Cinzas 350 famílias desabrigadas.

As enchentes também começam a afetar o interior de Vale do Anari e Machadinho d' Oeste por conta do aumento repetindo do nível do rio Machado. Várias fazendas e comunidades ribeirinhas já estão isoladas.

Entre Costa Marques e Alvorada d' Oeste, as chuvas constantes elevaram o nível de rios e igarapés causando enchente em diversos pontos. Em São Francisco do Guaporé, Seringueiras e São Miguel do Guaporé, na região do Vale do Guaporé, as cheias prejudicam o tráfego nas rodovias. Devido ao aumento do volume de água, os pontos de atoleiros tomam conta das estradas e impedem a circulação de veículos na rodovia BR-429, que liga Rondônia à Bolívia.

Em Alvorada d' Oeste, a situação já é de emergência. A cidade está isolada do restante do estado devido à enchente no rio Muqui, que corta a BR-429 próximo à divisa com Presidente Médici. Ali, o nível da água atingiu 3 metros em alguns pontos provocando grandes estragos. Mais de 30 pontes caíram no interior do município, segundo as autoridades locais.

Em Pimenta Bueno, no centro-sul rondoniense, o nível do rio Barão de Melgaço está 2 metros acima do nível normal. Sítios, chácaras e fazendas foram tomadas pelas águas. Diversas comunidades ribeirinhas (às margens do rio) também foram atingidas. Já o rio Pimenta, principal formador do rio Machado, também transbordou.

Entre Cacoal e Ji-Paraná, o nível do rio Machado sobe sem parar. Somente em Ji-Paraná, o Corpo de Bombeiros contabiliza mais de 40 famílias desabrigadas ou desalojadas e cerca de 100 pessoas fora de suas casas. Ao meio-dia desta quarta-feira, o nível do rio atingiu 11,30 metros, segundo dados da Agência Nacional de Águas. O nível normal é de 9,37 metros.

Em Jaru, o rio de mesmo nome também transbordou. Até agora 12 famílias foram retiradas área. No interior do município, núcleos e distritos estão isolados. O barco é único meio de transporte.

Em Ji-Paraná, a população afetada pela enchente tende a aumentar muito até sexta-feira, pois voltou a chover forte no período da manhã. Ao todo, o município possui 12 mil pessoas que residem em áreas de risco entre as zonas rural e urbana.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions