Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Cidades

Escola rural recebe ampliação e oferecerá mais vagas

Segunda-feira, 06 Junho de 2016 - 13:49 | Da Redacao


A escola municipal rural Ulisses Matosinho Peres Pontes, localizada na 2ª linha da gleba “G”, foi totalmente reestruturada pela Prefeitura de Ji-Paraná. Foram investidos R$ 1,7 milhão em adaptações para acessibilidade, climatização, reforma da estrutura antiga e ampliação com a novas salas de aula, banheiros, brinquedoteca e dependências administrativas.

Com os investimentos realizados, além de mais comodidade aos servidores e estudantes, a escola oferecerá mais 60 vagas por turno e tornou-se a primeira escola rural a oferecer educação infantil em Ji-Paraná. Toda a reestruturação e ampliação da Ulisses Matosinho foi feita com recursos próprios do Município.

Com a reforma, toda estrutura antiga passou por melhorias com as  salas de aula, alas administrativas, refeitório, laboratório de informática, pátio, biblioteca, sala dos professores, os banheiros, o pátio e a quadra esportiva. As  redes elétrica e hidráulica foram trocadas e foi instalada uma nova subestação de energia.

A escola também foi ampliada com a construção de duas salas de aula, uma sala de descanso para os professores com banheiro interno, uma sala de atendimento para educação física com bebedouro e lavatório, sala para brinquedoteca, ampliação da cozinha e do refeitório dentro das exigências sanitárias, construção de banheiros externos, instalação de alarme contra incêndio e hidrantes para maior segurança dos estudantes, além da aquisição de uma caixa d’água em inox com capacidade de armazenamento para 30 mil litros de água.

O prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), ressaltou que com a entrega da Ulisses Matosinho, sua gestão chega a marca de 20 escolas reformadas, ampliadas ou construídas. “Nossa intenção é dobrar o número de vagas em nossa cidade. Já reformamos quatro unidades educacionais, reformamos e ampliamos outras doze escolas e construímos quatro centros educacionais. Temos ainda outras três escolas com a construção em andamento e outras cinco em processo de licitação”, enumerou Jesualdo.

Acessibilidade – Uma grande área da escola precisou receber aterramento,  já que o terreno era muito íngreme e irregular, o que dificultava a vida dos oito alunos com necessidades especiais que são matriculados na escola. Para resolver esse problema  foi necessário ainda a construção de rampas cobertas para cadeirantes, sinalização de piso para deficientes visuais, construção de banheiros adaptados e um novo acesso para quadra esportiva.

O diretor da Ulisses, Elecimar Bastita da Silveira,  que está a frente da escola há 16 anos, disse que o principal desafio do corpo escolar sempre foi a falta de acessibilidade. “Para solucionarmos esse problema tivemos que pensar em rampas que ligassem todas as dependências da escola. O resultado foi muito positivo. Hoje a escola oferece a comodidade que os alunos merecem”, garantiu.

A secretária municipal de Educação, Leiva Custódio Pereira, informou que praticamente todas as escolas de responsabilidade do município receberam ou estão recebendo adequações em acessibilidade. “Esses investimentos são de extrema necessidade. Sou educadora. Estive em sala de aula por vários anos e sei o quanto esses investimentos em acessibilidade são importantes. Quem convive com alunos cadeirantes sabe que essas adequações estão transformando a vida de muitos alunos”, concluiu Leiva.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também