Rondônia, sábado, 21 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 03 de Março de 2010 - 11h09

Mais de 200 mil pneus devem ser recolhidos na capital a partir de sábado

Ana Aranda


A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), inicia neste sábado, 6, a retirada de pneus espalhados pela cidade, que servem como criadouros para mosquitos como o Aedes aegypit, transmissor da dengue. O trabalho será iniciado com um mutirão e a abertura de pontos de coleta - ecopontos.

Segundo o secretário do Meio Ambiente, Aguinaldo Santos, levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) indicou que 11% dos criadouros do Aedes na Capital são formados em pneus velhos. A campanha está sendo feita em parceria com o Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia), Polícia Militar, ONG ambientalista Raiz Nativa, Centro Salesiano do Menor e revendedores de pneus, sem ônus para a prefeitura. A expectativa é de recolher mais de 200 mil pneus em Porto Velho. O prefeito Roberto Sobrinho vai participar do lançamento da campanha, que será feita na sede da prefeitura, nesse sábado.

Segundo o coronel Josenildo Jacinto do Nascimento, cedido pelo Sipam para coordenar os trabalhos, em apenas um ponto localizado no bairro Nacional foram encontrados mais de 20 mil pneus estocados. Ele informa que a Resolução número 99.726.152/2009 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) obriga que os fabricantes de pneus se responsabilizem pela sua destinação final. Como essas fábricas não possuem representantes em Porto Velho, foram contactados os revendedores, que aderiram à campanha, inclusive financiando a logística necessária, com o pagamento de material de divulgação e a cedência de veículos. Já a Polícia Militar disponibilizou um efetivo de 100 homens que vão trabalhar no sábado.

Foram disponibilizados ecopontos em toda a cidade (confira relação abaixo) para onde a população deve levar os pneus velhos. De lá eles serão transportados para o Centro Comunitário da Vila Princesa, disponibilizado para a prefeitura por meio de um termo de comodato firmado com o Centro Salesiano do Menor. Lá os pneus serão armazenados em ambiente fechado, de onde serão transportados pela ONG Reciclanip, que vai fazer a destinação do produto. Esta entidade já recolhe pneus em Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena e Ariquemes, em Rondônia. Os ecopontos ficarão abertos para a coleta de pneus no período de 8 a 13 de março.
Depois desta ação imediata, os pneus inservíveis encontrados na cidade serão levados para o Centro Comunitário da Vila Princesa e transportados pela Reciclanip, criando assim uma rotina para o recolhimento de pneumáticos na Capital.Participam do projeto, as revendedoras de pneus: Buritis Caminhões, Canoza Pneus, Fox Pneus, Japurá Pneus, Pemaza S/A, Pneuminas, Rodobens Caminhões Cuiabá, Rodobras Auto Peças Ltda e Skap Car.

Raciclanip

A Reciclanip (www.reciclanip.com.br) é uma entidade sem fins lucrativos criada pelos fabricantes de pneus novos Bridgestone Firestone, Goodyear, Michelin e Pirelli, cujo foco principal é a coleta e destinação de pneus inservíveis no Brasil.Quando um pneu chega ao fim de sua vida útil, ou seja, não pode mais continuar rodando em um veículo, ele deve ser deixado em local apropriado, caso de um estabelecimento comercial como uma revenda de pneus e borracharia ou um Ponto de Coleta de Pneus da Prefeitura Municipal.

No processo de coleta, a Reciclanip é responsável pelo transporte de pneus a partir dos Pontos de Coleta até as empresas de trituração, quando necessário, de onde os pneus serão encaminhados para destinação final.No Brasil, uma das formas mais comuns de reaproveitamento dos pneus inservíveis é como combustível alternativo para as indústrias de cimento. Outros usos dos pneus são na fabricação de solados de sapatos, borrachas de vedação, dutos pluviais, pisos para quadras poli-esportivas, pisos industriais, além de tapetes para automóveis. Mais recentemente, surgiram estudos para utilização dos pneus inservíveis como componentes para a fabricação de manta asfáltica e asfalto-borracha, processo que tem sido acompanhado e aprovado pela indústria de pneumáticos.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions