Rondoniagora.com

Rondônia, 18 de Agosto de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

Mais de 270 audiências serão realizadas em Vilhena durante a Justiça Rápida Itinerante

Terça-feira, 04 Junho de 2019 - 14:57 | do TJ/RO


Mais de 270 audiências serão realizadas em Vilhena durante a Justiça Rápida Itinerante

A Justiça Rápida Itinerante realizará, das 7h às 15h, em Vilhena, no próximo sábado, 8 de junho, 271 audiências com o objetivo oferecer resolução a diversas causas jurídicas de pequena complexidade. Os atendimentos serão realizados na Escola Estadual Machado de Assis, localizada na Rua Pedrolina de França Silva, nº 265 - Setor Industrial, Bairro Tancredo Neves, em Vilhena.

A coordenadora do projeto em Vilhena, Samira Kayed Atalla, destaca as ações do projeto na região. “Nos vários anos na Coordenação da Justiça Rápida na comarca de Vilhena, é importante destacar a grande satisfação em poder ajudar as pessoas que necessitam desse atendimento. E não há coisa melhor do que receber como recompensa um sorriso, um muito obrigado de quem é beneficiado pela iniciativa. Desse modo percebemos que estamos no caminho certo e com senso de realização, na certeza do dever cumprido em atender a nossa missão que é de oferecer à sociedade efetivo acesso à Justiça”, frisou.

No trabalho da triagem realizada na última semana do mês de maio foram agendadas 57 audiências para divórcio, 17 sobre pensões alimentícias, 94 sobre cobranças de pequenos valores, 2 de reconhecimento e dissolução de união estável, 6 sobre guarda de menores, 87 sobre retificações de certidões de nascimento, 3 de obrigação de fazer, 2 sobre negatória de paternidade, 1 sobre regulamentação de guarda, 1 de exoneração de alimento e 1 sobre revisional de alimentos.

A coordenadora do projeto em Vilhena, Samira Kayed Atalla, destaca as ações do projeto na região. “Nos vários anos na Coordenação da Justiça Rápida na comarca de Vilhena, é importante destacar a grande satisfação em poder ajudar as pessoas que necessitam desse atendimento. E não há coisa melhor do que receber como recompensa um sorriso, um muito obrigado de quem é beneficiado pela iniciativa. Desse modo percebemos que estamos no caminho certo e com senso de realização, na certeza do dever cumprido em atender a nossa missão que é de oferecer à sociedade efetivo acesso à Justiça”, frisou.

A coordenadora do Centro de Conciliação do Estado de Rondônia (Cejusc), a conciliadora Keila Ricatt Eler, explica como funciona o atendimento das demandas do projeto: “Na sessão agendada, se uma das partes não comparece a reclamação é arquivada. Se ambas as partes comparecem realiza-se a audiência. Se não houver acordo, a reclamação é arquivada. Se as partes firmarem acordo é encaminhado para distribuição e posterior homologação pelo juízo competente”.

Ela ainda avalia o papel da parceria do Cejusc com a Coordenação da Justiça Rápida. “O importante dessa atividade é que a finalidade é atender de forma mais simplificada e célere, além de apresentar o Cejusc para a população rondoniense”, concluiu.

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News