Rondônia, 02 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Cidades

Moradores sofrem com lixo em estradas rurais

Quarta-feira, 15 Junho de 2016 - 19:23 | Da Redacao


A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric), vem realizando um verdadeiro mutirão de revitalização das estradas vicinais. Mas o serviço, que traz grandes benefícios à população rural, perde-se em pouco tempo, devido ao descarte irregular de lixo. Em algumas estradas do entorno da capital, fica nítido o triste contraste entre a natureza e a falta de conscientização do homem.


Leonel Bertolin destacou o esforço do Município, que por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), vem tentando identificar os “sujões” e penalizá-los. “Mas é uma tarefa difícil, pois as pessoas que fazem esse trabalho deplorável, e ainda mais aquelas que já adquiriram o hábito de jogar lixo às margens de estradas se escondem na cortina da obscuridade, fazem à noite, escondidos, quando ninguém tá olhando. O município não tem condição de ficar 'em campana' esperando esse tipo de crime acontecer. Por isso pedimos a ajuda, tanto daqueles que estão na contramão dos serviços de melhorias para que não façam mais isso, como para àqueles que virem acontecer, que denunciem”, enfatizou Leonel.


Ainda segundo Leonel, quem mora, trabalha ou frequenta o meio rural está tendo que conviver com o mau cheiro e fica exposto a doenças. “Os acostamentos estão sendo transformados em depósitos de todo o tipo de material inservível. É possível encontrar de entulhos a móveis e eletrodomésticos velhos. Muitos acabam jogando até mesmo animais mortos. Uma enorme quantidade de lixo que está sendo depositada de maneira totalmente irregular e que atrai vetores de doenças”, observou.


Leonel Bertolin destacou o esforço do Município, que por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), vem tentando identificar os “sujões” e penalizá-los. “Mas é uma tarefa difícil, pois as pessoas que fazem esse trabalho deplorável, e ainda mais aquelas que já adquiriram o hábito de jogar lixo às margens de estradas se escondem na cortina da obscuridade, fazem à noite, escondidos, quando ninguém tá olhando. O município não tem condição de ficar 'em campana' esperando esse tipo de crime acontecer. Por isso pedimos a ajuda, tanto daqueles que estão na contramão dos serviços de melhorias para que não façam mais isso, como para àqueles que virem acontecer, que denunciem”, enfatizou Leonel.


O secretário observou também que basta uma pessoa jogar um saco de lixo que, em pouco tempo, o volume de entulho aumenta absurdamente. “Cada um tem que fazer sua parte, adotar comportamento mais responsável. Cuidar e zelar pela nossa cidade. E isso vale para toda ela. Estamos destacando o que está acontecendo na zona rural e setor chacareiro, mas o alerta é para todo tipo de descarte irregular. É preciso que a população saiba que existe todo um investimento com maquinário, combustível e pessoal para realizar esses serviços de limpeza das estradas. E quando se joga os resíduos nas estradas, todo um tempo e dinheiro público estão sendo desperdiçados. Pois a secretaria vai ter que voltar ao local para refazer o trabalho, o que poderia estar já trabalhando em outras regiões da cidade e levando mais benefícios à população”, frisou o secretário.


Crime


Quem despeja lixo ou entulho em via pública comete contravenção penal prevista no artigo 54 da Lei 9.605/98, com pena prevista de reclusão, de 1 a 4 anos, e multa.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também