Rondônia, terça-feira, 17 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Segunda, 10 de Agosto de 2009 - 11h13

MP impetra ação para acabar com apagões em Machadinho

MP-RO


O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, ajuizou Ação Civil Pública, com pedido de liminar, para que a Ceron (Centrais Elétricas de Rondônia) regularize o fornecimento de energia para a população do município, em 24 horas diárias, de modo contínuo e ininterrupto, estabelecendo para tal o prazo de três dias, sob pena de multa diária equivalente a R$ 1.000, para cada dia em que houver interrupção do serviço.

A ação, proposta pelo Promotor de Justiça Nelson Liu Pitanga, foi motivada pelas recorrentes interrupções no fornecimento de energia em Machadinho. Por meio de documento da concessionária enviado à Promotoria, verificou-se que, em seis meses, foram registradas 169 ocorrências de interrupção do serviço, uma média de 28 por mês.
Na Ação, o Promotor de Justiça cita a insatisfação dos usuários com o serviço, a péssima qualidade da energia oferecida, provocada pelo fenômeno do afundamento ou elevação da tensão, e a ausência de investimentos na rede.

De acordo com o texto da Ação, os apagões de energia elétrica em Machadinho do Oeste começaram a se intensificar e, de esporádicos, passaram a se tornar frequentes, sendo que, no dia 3 de agosto deste ano, a interrupção de energia chegou a se estender por sete horas. Em contato telefônico com o escritório local da concessionária, a Promotoria de Justiça foi informada de que a falha se dera por falta de óleo diesel, justificativa que revela a ausência de planejamento e o descaso da Ceron com seus deveres perante os consumidores.

Ao receber relatório da concessionária, referente à Informação Diária de Desligamento, o MP já havia vislumbrado que parte dos problemas no fornecimento de energia elétrica em Machadinho do Oeste ocorre em virtude da insuficiência de estoque do combustível.

Na ação, o Promotor também destaca a situação do Hospital Municipal, cujo grupo gerador vem sendo utilizado frequentemente, ocasionando altos custos para a Secretaria Municipal de Saúde.

Para o Promotor de Justiça, é sabido que as quedas e faltas constantes de energia, cuja prestação é considerada serviço público essencial, trazem diversos prejuízos econômicos aos comerciantes e prestadores de serviços do município, além de danos patrimoniais e morais às famílias.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions