Rondoniagora.com

Rondônia, 18 de Agosto de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

MP quer evitar prejuízo a pacientes em estado grave durante interdição da BR-425

Sexta-feira, 14 Fevereiro de 2014 - 10:23 | RONDONIAGORA


O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Guajará-Mirim, instaurou procedimento para acompanhar e adotar as medidas cabíveis com a finalidade de assegurar a continuidade da remoção de urgência e emergência, nos casos médicos recomendados, de pacientes locais para as unidades de saúde da capital e demais cidades do Estado, durante o atual período em que a rodovia federal que dá acesso à cidade encontra-se parcialmente interditada em razão das recentes inundações que atualmente assolam a região.

Segundo informações, após a decretação de estado de emergência, o Governo do Estado já autorizou o transporte aéreo de pacientes de Guajará-Mirim que realizam hemodiálise em Porto Velho. Contudo, ainda há os demais casos graves que exigem pronta remoção até a capital. Assim, tendo em vista a interdição da BR-425, o Ministério Público igualmente buscará junto aos órgãos competentes medidas para evitar eventual prejuízo aos pacientes que necessitem de pronto tratamento de saúde fora da comarca.

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News