Rondônia, segunda-feira, 22 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 02 de Setembro de 2015 - 11h35

Mulher que matou cunhado para defender marido é absolvida sumariamente

RONDONIAGORA


Quem defende, embora de forma violenta, o bem próprio ou alheio injustamente atacado, não só atua dentro da ordem jurídica, mas em defesa dessa mesma ordem. Atua segundo a vontade do direito. O seu ato é perfeitamente legítimo e exclui, portanto, a hipótese de crime”.
Com esse entendimento, o Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Machadinho do Oeste rejeitou a denúncia ofertada pela promotoria de Justiça e absolveu, sumariamente, uma mulher, acusada de ter matado o seu cunhado, com um tiro de espingarda, para defender o seu esposo, irmão da vítima. O fato ocorreu, por volta das 23:00 horas, do dia 25 de dezembro de 2014, numa linha rural, situada no município de Machadinho do Oeste.
Segundo a sentença, o caso ocorreu durante uma festa familiar, onde a vítima, embriagada, armou-se com uma faca e começou ameaçar os familiares presentes no evento. Com o objetivo de conter o agressor, o esposo da acusada interviu na tentativa de acalmar a vítima, mas esta não atendendo o seu irmão, partiu com a faca em punho em direção ao esposo da acusada, que, ao tentar correr, caiu. Diante da situação de risco de vida que o marido corria, a mulher apossou-se de uma espingarda (chumbeira) e disparou um tiro contra o suposto agressor, que morreu no local.
Para o juiz da sentença, o meio empregado pela acusada foi necessário para impedir a agressão. A arma de fogo foi o meio de defesa que a mulher encontrou. Segundo ele, ficou demonstrado nos autos processuais que a acusada não agiu com a intenção de matar a vítima, mas de contê-la e proteger terceiro, no caso seu marido, que poderia ser ferido gravemente ou até morto.
Ainda de acordo com a sentença, a conduta da acusada foi de legítima defesa. Segundo a decisão, “de acordo com a doutrina, a legítima defesa é a mais conhecida dos tipos justificadores, sendo dois seus principais fundamentos: de um lado a necessidade de defesa da ordem jurídica e de outro, a necessidade de proteção dos bens jurídicos individuais ameaçados pela agressão.”
Processo n. 0000769-40.2015.8.22.0019 publicado no Diário da Justiça de 1º de setembro de 2015.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/mulher-que-matou-cunhado-para-defender-marido-e-absolvida-sumariamente)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions