Rondônia, quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quinta, 14 de Abril de 2016 - 21h18

Não há vacinas contra a gripe H1N1 na rede particular de Ji-Paraná

Da Redacao


Em Ji-Paraná as pessoas que estão fora do chamado grupo prioritário acham-se impedidas de tomar a vacina contra a gripe H1N1. O motivo é que ela não se encontra disponível nas clínicas, hospitais e laboratórios particulares da cidade. A reportagem do Rondoniagora, depois de investigar em três hospitais, quatro clínicas e seis laboratórios,concluiu que a vacinação inexiste para os demais cidadãos que estão buscando imunizar-se contra o H1N1. “A grande preocupação vem das mães que querem vacinar seus filhos acima de cinco anos. Os idosos também têm vindo muito aqui. Todos estão procurando o nosso hospital, toda hora eles estão aqui para saber da vacina ou se ela existe em algum outro lugar da rede particular. Mas acho que não tem mesmo em lugar nenhum”, declarou uma fonte que pediu para não ser identificada, do Hospital Stella Maris, do Segundo Distrito de Ji-Paraná.

Na Unidade de Emergência do Hospital Cândido Rondon – HCR, no Primeiro Distrito, a atendente declarou que de 50 ligações, cerca de 40 são de pessoas perguntando da vacina contra a gripe H1N1. “Minha mãe vai viajar daqui a alguns dias para Portugal e a gente acha que ela deveria ir já vacinada. Mas pelo visto está muito complicado. Minha irmã e meu cunhado vieram de Portugal e gostariam de tomar a vacina também”, contou. 

Há dois dias um  boato espalhou-se pela cidade, certamente pelas redes sociais, dizendo que a Clínica da Criança, no Segundo Distrito, estaria vacinando contra a gripe H1N1. O resultado foi uma enxurrada de ligações lá e de pessoas perguntando pessoalmente sobre esta imunização. Mas a clínica confirmou que lá também não há vacinas à disposição.

Na Centerclínica, que fica no Primeiro Distrito de Ji-Paraná, a pediatra Caroline Fidelis Romero de Souza com mais um grupo de médicos, solicitou 300 doses da vacina dos laboratórios Imunosul, de Porto Alegre (RS), e ColdLab, de Piracicaba (SP), mas receberam apenas 150 há cerca de uma semana. Elas acabaram com muita rapidez e, segundo apurou a reportagem, não há previsão do pedido ser completado.

PREÇOS - A vacina que tem sido ofertada na rede particular de todo o País é a tetravalente, como aquela que esteve disponível poucos dias na CenterClínica. A que está sendo aplicada nas Unidades Básicas de Ji-Paraná é trivalente, que previne contra o H1N1, o H3N2 e o Influenza B/Brisbane. A tetravalente  previne contra estes três vírus e também contra o Influenza B/Phuket. Em várias cidades do país elas têm sido vendidas com preços que variam de R$ 80,00 --- como em clínicas da Baixada Fluminense (RJ) --- a  R$ 145,00, no Hospital Israelita Albert Einstein (SP). A Centerclínica não informou por quanto comercializou suas vacinas


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/nao-ha-vacinas-contra-a-gripe-h1n1-na-rede-particular-de-ji-parana)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions