Rondônia, terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Terça, 19 de Maio de 2009 - 18h02

Obras de saneamento serão concluídas em fevereiro de 2010

Renata Kelly da Silva


Obras de saneamento serão concluídas em fevereiro de 2010
A população de Porto Velho vai contar com 100% de água tratada já a partir de fevereiro de 2010. As obras de saneamento básico da capital estão em ritmo acelerado e na tarde desta terça-feira o governador em exercício, João Cahulla, vistoriou os serviços que estão sendo executados em várias frentes de trabalho e empregando 310 trabalhadores, todos locais.“Há anos que a capital não recebia uma obra tão importante, que agora em execução já emprega vários rondonienses. Quando concluído, o trabalho vai assegurar 100% de água tratada para a população, assegurando esse atendimento por pelo menos mais 10 anos, graças à parceria entre o Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Governo do Estado, que investe mais de R$ 110 milhões”, disse Cahulla, que estava acompanhado do secretário estadual de Planejamento, João Carlos Gonçalves Ribeiro e do seu adjunto, Luciano Guimarães. Eles foram recebidos pelo diretor da Andrade Gutierrez, empresa que executa os serviços, Alexandre Fernandes, e demais integrantes da empresa.

João Cahulla iniciou a sua visita na Estação de Tratamento de Água (ETA), que está sendo reformada e receberá nova unidade de tratamento de água. “Hoje, a capacidade de produção é de 600 litros por segundo de água tratada. A nova ETA vai produzir 1.000 litros por segundo, com a qualidade especificada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), elevando a quantidade para 1.600 litros por segundo”, anunciou o gerente da obra, Alexandre Fernandes.

A água vai ser trazida do rio Madeira, numa distância aproximada de 4,5 km. O laboratório para o tratamento está sendo finalizado, com a aquisição de novos equipamentos. A nova ETA vai ser composta por tanque de contato (para a adição do cloro e desinfecção), floculador (adição de flúor, tratamento que hoje a água não recebe em Porto Velho), filtro e decantador.

Mais de 454 quilômetros de rede - No total, serão mais de 454 quilômetros de rede de água. A fase atual é de 120 km de rede já implantados. Cahulla visitou alguns desses locais onde a obra está em execução e se mostrou satisfeito com o resultado. Ele conversou com funcionários e também com moradores. Explicando que o transtorno que as obras causam no momento – interditando ruas, por exemplo – vai ser recompensado com água tratada para todos. “Com certeza, teremos a redução de doenças, especialmente nas crianças. Hoje, grande parte da população consome água de poços, apesar de o lençol freático estar comprometido. Com a obra, isso vai mudar e para melhor”, completou.

Cahulla esteve na rua Sucupira, no bairro Nova Floresta, onde máquinas e funcionários escavam a rua para colocar a tubulação de 500 milímetros. Uma média de 70 a 100 metros ao dia está sendo executada no local. Ele também vistoriou obras nos bairros Flamboyant e Lagoinha.

Moradores na expectativa de receber água tratada – “Vejo as máquinas trabalhando na frente de minha casa e nem acredito. Eu e minha família sofremos demais para pegar água para beber, pois o nosso poço está sujo. Tem coisa que a gente mais precise do que água?”, indaga o esperançoso Raimundo Rodrigues, de 58 anos, que mora numa rua de terra no bairro Flamboyant. Ele trabalha como gari da prefeitura e precisa ir de bicicleta ou com um carrinho de mão buscar água, num percurso de meia hora. “Se chove o poço é inundado, no verão ele seca. É um sofrimento grande que agora vai acabar”, completou.

A dona Maria Salete Silva, de 59 anos, que também mora no Flamboyant, achou importante a presença do governador em exercício, vistoriando a obra. “Se deixar pra eles (a empresa) fazer do jeito que eles querem, depois pode ter problema. Por isso, tem que acompanhar mesmo, ver de perto como é a obra”, destacou a senhora que não vai mais precisar andar meia hora com o seu carrinho de mão para ir buscar água para beber e preparar a comida. “Tenho um neto pequeno e não posso dar essa água de poço a ele”, finalizou.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions