Rondônia, sábado, 20 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 24 de Julho de 2013 - 15h27

Perseguição: Agevisa interdita aparelho de Raio-X

RONDONIAGORA


Perseguição: Agevisa interdita aparelho de Raio-X
Três fiscais da Agevisa, a Vigilância Sanitária do Estado de Rondônia, interditaram e apreenderam partes do aparelho que realiza raio-x no hospital municipal Amélio João, em Rolim de Moura. Sem um aviso prévio, os técnicos do órgão chegaram à unidade e foram para a sala que abriga os aparelhos. A alegação é que o equipamento é antigo e que está emitindo radiação acima do limite permitido pelas normas técnicas.

O prefeito de Rolim de Moura, Cesar Cassol, pediu um prazo para que os possíveis problemas pudessem ser sanados, haja vista que o aparelho é o único que atualmente está em condições de atender à comunidade. Os fiscais debocharam do pedido do chefe do executivo local durante a conversa, chamando o equipamento de “arcaico, lata velha”, fato que gerou a indignação por parte de quem estava próximo.
“Não aceito esse tipo de perseguição política. Não será contra mim, mas contra o povo que farão mal. Na sexta-feira pedi ao governador Confúcio que nos ajude, cobrei dele melhorias para nosso hospital é assim que ele nos paga, com ações como essa. Não admito falar assim dos nossos equipamentos. São velhos, mas estamos consertando, está atendendo o povo. Porque não vieram interditar no ano passado, porque só agora”, questionou.

Com a interdição, temporariamente, o hospital de Rolim de Moura fica sem prestar esse tipo de atendimento. O outro aparelho que atende o município está em manutenção e as peças para recolocá-lo em funcionamento devem chegar ainda esta semana. Mesmo assim, a prefeitura já está comprando com recursos próprios um aparelho novo, digital, capaz de realizar o procedimento com maior fidelidade de detalhes e rapidez. A previsão de é 30 dias para o término da licitação.
Em entrevista à imprensa, o prefeito voltou a cobrar do Governo do Estado mais ajuda para tocar o hospital que é considerado regional, por atender pacientes de toda a Zona da Mata, mesmo sem recursos estaduais. “São covardes, são omissos. Esses aparelhos estão funcionando há mais de 20 anos. Já pedi para nossos técnicos irem ao Ministério Público para que essa ação seja revista e para que possamos ter de volta nosso equipamento”, disse.

Gestão passada havia sido notificada

Por pelo menos três vezes a Agevisa já havia notificado o direção do hospital na gestão passada (2010, 2011 e 2012) sobre o problema, conforme cópias anexas. Mesmo assim nada foi feito pelo antigo prefeito. A Vigilância Sanitária também será notificada pela apreensão do equipamento de propriedade do município, o que não é prerrogativa da autarquia, ligada diretamente e recebedora ao Governo do Estado.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/perseguicao-agevisa-interdita-aparelho-de-raio-x)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions