Rondônia, sábado, 24 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Sábado, 16 de Dezembro de 2017 - 17h13

Polícia Civil prende três suspeitos da morte do prefeito de Colniza

da Redação do 24 horas News


Polícia Civil prende três suspeitos da morte do prefeito de Colniza

Três homens, suspeitos de terem participado diretamente do assassinato do prefeito de Colniza (MT), Esvandir Antônio Mendes (PSB) foram presos na manhã deste sábado quando fugiam para a cidade de Juara. A prisão foi realizada pelo Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) da Polícia Civil, atendendo a uma determinação do governador Pedro Taques (PSDB), que solicitou que o assassinado do prefeito não ficasse impune. Taques foi para Colniza acompanhar o velório e está acompanhando de perto das investigações e inclusive o interrogatório dos três presos.

O prefeito de Colniza estava em seu carro, acompanhado de sua esposa, a primeira-dama, Rosemeire Costa, e do secretário municipal de Finanças, na Avenida 7 de Setembro, quando os bandidos se aproximaram. Ao perceber a ação ele acelerou, mas foi perseguido por cerca de 13 quilômetros até os bandidos o conseguiram alvejar. Ele acabou batendo o carro e morreu na hora. O secretário de Finanças levou dois tiros, um na perna e outro nas costas e está internado. A esposa do prefeito nada sofreu.

A prisão dos três suspeitos foi confirmada pelo delegado de Juína Marco Remuzzi, que atualmente responde interinamente pela Delegacia Regional. Conforme a Polícia Civil, os três homens foram presos em uma caminhonete na estrada entre o Colniza e Juína. As duas cidades ficam a 320 quilômetros uma da outra.

Ainda segundo o delegado as primeiros suspeitas são a de que os três tenham sido contratados apenas para executar o prefeito. “No depoimento deles vamos ver se conseguimos descobrir que foi o quem são os mandantes do crime”, observou.

O assassinato aconteceu na véspera da sessão em que a Câmara da cidade votaria sua cassação. Esvandir era acusado de cometer irregularidades com recursos da taxa de iluminação pública e na folha de pagamento dos servidores. Em agosto, ele chegou a ser afastado do cargo por 90 dias.

Esvandir é o segundo político assassinado na cidade em um intervalo de nove meses. Em março, o ex-vereador por três mandatos Elpídio Meira foi executado dentro de casa, em um crime ainda não esclarecido.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions