Rondônia, quarta-feira, 24 de janeiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 06 de Junho de 2012 - 15h39

Primeira-dama nega uso indevido de programa e inocenta Rover de acusação

Folha do Sul On-Line


A primeira-dama de Vilhena, Lizangela Rover, concedeu entrevista exclusiva ao Folha do Sul on Line, na tarde desta quarta-feira, 06, para rebater as acusações publicadas pelo jornal Folha de Rondônia. O diário, com sede em Ji-Paraná, veiculou reportagem denunciando o suposto uso político/eleitoral do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal. Citada nominalmente no texto, Lizangela é acusada de beneficiar servidores da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) da qual era titular até o mês de abril.Em conversa com o site, a primeira-dama desmentiu o noticiário e revelou que não recebeu nenhuma notificação do Ministério Público, ao contrário do que afirma o jornal. Segundo ela, todos os cadastros das pessoas que receberam moradias através do programa foram enviados ao MP logo após a entrega das residências.

Lizangela também esclareceu que a Semas agiu tecnicamente ao fazer o cadastramento das famílias: assistentes sociais do município fizeram estudos e visitaram as famílias cadastradas na secretaria. “Não existe um único beneficiário que não se enquadre nas exigências feitas pela Caixa, a quem cabe analisar os dados”, explicou, acrescentando que houve muitos casos em que os nomes dos interessados acabaram excluídos da relação por falta de adequação. Isso aconteceu com gente que veio de outros municípios e deu o endereço de vizinhos, a fim de disputar as casa.

A equipe técnica da Semas tem uma relação completa de todos os que receberam casas populares. Foram entregues pela Prefeitura, na administração de Rover, conforme os registros da Semas, mais de 400 moradias populares, entre as 200 do “Minha Casa, Minha Vida”, 105, em parceria com a Associação dos Sem-Teto, 36 do antigo Sesp, 25 com recursos do Ministério das Cidades. 12 através de uma igreja evangélica e 30, confeccionadas com madeiras apreendidas pelo Ibama. Nos próximos meses, 200 novas unidades habitacionais devem ser repassadas a famílias cadastradas.

Lizangela lamentou que uma ação tão importante para a inclusão social de pessoas carentes na cidade tenha sido usada de forma “irresponsável”. Ela fez questão de lembrar que, recentemente, uma equip da Presidência da República esteve na cidade, registrando depoimentos da famílias beneficiadas pelo programa federal. “Esses depoimentos serão exibidos em rede nacional, para mostrar que Vilhena é uma referência no Brasil quanto à aplicação dos recursos do PAC em moradias populares”.

Quanto aos outdoors com ataques ao deputado Luizinho Goebel (PV), que teria desencadeado as denúncias, Lizangela é direta: “O prefeito Zé Rover não tem nada a ver com isso”, garante, desmentindo as insinuações de aliados do parlamentar, que estariam acusando o mandatário de ter financiado as peças publicitárias, espalhadas por vários pontos da cidade.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions