Rondônia, quinta-feira, 19 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Sexta, 12 de Junho de 2009 - 16h46

PT diz que prefeito Roberto Sobrinho é exemplo de administração

RONDONIAGORA


O Presidente do PT/RO, Tácito Pereira, afirma que há uma tentativa de mudar o foco da greve dos trabalhadores na saúde do Estado. “Os Trabalhadores estão em greve à 10 dias reivindicando 30% de reposição salarial, revisão do Plano de Carreira, Cargos e Salários e reclamam ainda das condições de trabalho nas unidades de saúde”, comenta Tácito.

“Ocorre que tanto o governador como deputados da sua base na Assembléia Legislativa tentam mudar o foco de atenção da greve culpando a Prefeitura de Porto Velho”, declara o presidente do PT/RO.

"O Governador e o Deputado Alexandre Brito vem afirmando que o caos na saúde é culpa do Prefeito da capital, isso é uma inverdade, a greve e os problemas na saúde ocorrem nas instalações ligadas ao Governo Estadual e não a Prefeitura, não são os servidores municipais que estão em greve e sim os ligados ao setor de saúde do estado”, explica Tácito Pereira.

“É lamentável que duas autoridades, um governador e um deputado estadual em vez de buscar uma saída negociada para a greve dialogando com os servidores, preferem jogar a responsabilidade em outras pessoas, neste caso no prefeito Roberto Sobrinho”, relata Pereira.

“Há um caos na saúde do estado e não é culpa da prefeitura da capital, aliás o prefeito Roberto Sobrinho tem cumprido sua parte no que se refere a atender a saúde básica de porto velho através de postos de saúdes em pleno funcionamento, da maternidade municipal que atende inclusive mulheres de outros municípios do estado e com a implantação de três unidades de UPA′s (Unidade de Pronto Atendimento) em convênio com o Governo Federal, compromisso assumido pelo Presidente Lula em sua vinda em Porto Velho ”, relembra Tácito.

Tácito Pereira reafirma o compromisso do prefeito Roberto Sobrinho de que Porto Velho terá duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e o distrito de Jacy Paraná terá uma UPA, visto que será a principal localidade atingida pela barragem.

“A tentativa do deputado estadual de querer culpar o prefeito da capital por crime de omissão e negligência não tem o mínimo de fundamento, isso é mais uma tentativa de tirar a atenção da saúde pública estadual, pois não há uma política permanente de saúde pública no Estado, o que há é uma política de trazer os pacientes para Porto Velho”, comenta o atual presidente do PT/RO.

“É preciso que o governo do Estado invista de forma republicana os recursos da saúde, inclusive aqueles destinados por contra-partida pelas Usinas do Madeira, até o momento a Usina Hidrelétrica de Santo Antonio já repassou para o Governo Estadual o montante de 8 milhões para serem investidos na reforma do Hospital de Base e mais 30 milhões para serem investidos na conclusão das obras do Hospital Regional de Cacoal, o mesmo que sofreu denuncia da CPI dos sanguessugas na Câmara de Deputados Federais, além disso o acordo de compensação intermediado pelo Prefeito Roberto Sobrinho, pela Casa Civil Ministério do Meio Ambiente e o Governo do Estado, está destinando o montante de 22 milhões da Usina Hidrelétrica de Santo Antonio, 30 milhões de Jirau e mais 12 milhões do Governo Lula para serem investidos na área de média complexidade da saúde por parte do Estado e da Prefeitura de Porto Velho”, relata Tácito Pereira.

“O Prefeito de Porto Velho tem reafirmado que estes recursos, num total de 64 milhões devem ser aplicados no atendimento da saúde, não somente do povo de porto velho, mas do estado de Rondônia, porém é preciso uma definição urgente do papel do Governo Estadual nesse processo, para não colocar a culpa na Prefeitura de Porto Velho, nesse sentido foi solicitado a intermediação do Ministério da Saúde que no próximo dia 30 de junho fará uma audiência pública para definir melhor esses papeis, inclusive com a participação da sociedade”, informa Pereira.

Tácito Pereira ressalta ainda que é importante que estes recursos sejam aplicados por parte do Governo Estadual na conclusão do hospital regional de Cacoal, como também investimento no hospital de Ji-Paraná e Guajará-Mirim, “aí sim desafogaria em muito o hospital de base e o pronto socorro João Paulo II e reduziria em muito o transito de ambulância ao longo da BR 364” .

O presidente do Partido dos Trabalhadores de Rondônia sugere que o Deputado Estadual Dr. Alexandre Brito na Assembléia Legislativa de Rondônia “organize naquela Casa de Leis uma comissão interpartidária para apurar o caos que a saúde de Rondônia se encontra, identificando os problemas, as causas e apontando sugestões, nesse caso o Partido dos Trabalhadores através de seus parlamentares está a disposição para prestar sua contribuição”.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions