Rondoniagora.com

Rondônia, 16 de Agosto de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

Rio Machado baixa e famílias começam a retornar para casas; nove municípios têm problemas

Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2022 - 16:39 | da Redação


Rio Machado baixa e famílias começam a retornar para casas; nove municípios têm problemas

Com a diminuição do nível do rio Machado, várias famílias atingidas pela cheia, começaram a retornar para suas casas, nos municípios de Cacoal de Ji-Paraná, nesta quinta-feira (24).

O nível do rio Machado, em Ji-Paraná, marcou 11,52, segundo a atualização da Prefeitura. Em Cacoal, a régua marcou nesta 8,20. Os dados foram informados na tarde desta quinta-feira (24), ao RONDONIAGORA.

Em Ji-Paraná, Agevisa enviou testes para a detecção da Covid-19, para o município realizar a testagem na população atingida pela cheia, já essas famílias acabaram tendo muito contato com outras pessoas. Também foi distribuído hipoclorito de sódio.

No município de Cacoal, equipes da Prefeitura estão ajudando a população atingida com a enchente, lavando as residências com o auxílio de carros pipa.

Outras cidades

No total, nove cidades estão sofrendo com a cheia provocada pelas chuvas registradas no interior do estado: Ariquemes, Cacoal, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Ji-Paraná, Machadinho do Oeste, Governador Jorge Teixeira, Alto Paraíso e Campo Novo de Rondônia.

Em Ji-Paraná, por exemplo, aproximadamente 600 famílias foram atingidas pela cheia do rio Machado. No total, 400 famílias ficaram desalojadas e outras quatro desabrigadas, segundo a prefeitura.

No município de Cacoal, a situação não é diferente. Há seis dias a cidade também sofre com a cheia do rio Machado. Cerca de 300 famílias perderam tudo com a alagação. Lá, o prefeito Adailton Fúria encaminhou projeto para Câmara de Vereadores, autorizando o pagamento de auxílio emergencial no valor de R$ 2 mil em parcela única a cada família das 300 afligidas pelo flagelo.

Em Ariquemes, o rio Jamari, marcou 11,05 nesta quarta-feira. Pelo menos quatro famílias, que residem nas proximidades do rio, na área urbana, tiveram que deixar suas casas por conta da alagação. A cota registrada hoje é considerada normal para esta época do ano, conforme informação da prefeitura.

Nesta quarta-feira, o rio Anta, localizado na rodovia 257, km 70, no município de Machadinho do Oeste, transbordou e cobriu a ponte que dá acesso ao distrito de 5° BEC e a cidade de Ariquemes. As famílias que moram na região ficaram isoladas, segundo confirmou a prefeitura.

A elevação do nível dos rios Pimenta e Barão de Melgaço, em Pimenta Bueno, afetou várias famílias que residem na área ribeirinha da cidade. Questionada pelo jornal sobre a atualização de famílias desabrigadas, o município informou que algumas pessoas saíram por conta própria. Dessa forma, não foi possível saber ao certo quantas pessoas foram afetadas.

O município de Governador Jorge Teixeira também está sofrendo com enchentes provocadas pela elevação de alguns rios, localizados na região. 15 famílias foram atingidas pela alagação.

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News