Rondônia, terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quinta, 13 de Janeiro de 2011 - 10h35

Rolim de Moura não registra casos de dengue

RONDONIAGORA


Os números oficiais da dengue em Rolim de Moura são animadores este ano. Segundo um relatório do secretário municipal de saúde, Roberto Diniz, de setembro do ano passado até a última quinta-feira, 13 de janeiro, a cidade ainda não havia registrado casos positivos da doença, em toda a sua rede de atenção básica e no próprio hospital municipal. A boa notícia, segundo os representantes da pasta, é reflexo da conscientização da própria comunidade.Mesmo assim, Diniz diz que ainda é cedo para comemorar, uma vez que o período chuvoso na região vai até meados do mês de abril. Para ele, chegar até janeiro “sem o registro cruel da dengue” pode ser encarado como um bom resultado, ou apenas uma batalha ganha, já que a guerra contra a doença deve ser feita diariamente. Este ano, a prefeitura da cidade organizou uma intensa campanha para barrar o avanço do mosquito transmissor.

“Fomos para a rua, de verdade. Fomos conversar com a comunidade, distribuir panfletos, organizamos carreatas, colamos adesivos, em fim, vestimos de fato a camisa do combate à dengue. O secretário, os agentes comunitários de saúde e todos que fazem parte dessa administração. É uma briga que todos nós devemos fazer diariamente. Costumo dizer que somente quem nasceu este mês não sabe como combater o Aedes aegypt”, concluiu Roberto.

Em 2010 a secretaria de saúde de Rolim de Moura enfrentou seu pior momento na briga contra a dengue desde que o prefeito Tião Serraia assumiu. Segundo o secretário, foram quase 400 casos da doença confirmados (durante o ciclo de outubro de 2009 a abril de 2010), um recorde, perdendo apenas para a capital Porto Velho. Na ocasião houve o decreto de estado de emergência, com atenções focadas e direcionadas para o combate ao mosquito.

Desde então, Roberto diz que ações concretas contra o avanço da dengue estão sendo feitas de forma permanente. Donos de terrenos baldios estão sendo obrigados pela prefeitura a fazer a limpeza, residências com fossas irregulares estão sendo notificadas para seus proprietários façam a correção do problema, sob pena de multa. Outra ação que ajudou no combate foi o tratamento das fossas onde eram encontrados focos do mosquito.

“Foi uma espécie de força tarefa. Nós fizemos nossa parte, incentivamos a comunidade a fazer a dela e forçamos aqueles moradores mais acomodados a também contribuir, com a instituição das multas. O que estamos colhendo hoje é sim o resultado que queremos que continue. Basta que a comunidade mantenha a guarda e nos ajude durante o ano inteiro. Não podemos esmorecer. Caso isso aconteça, não conseguiremos reverter esse quadro”, enfatizou.

No início deste ano, todos os responsáveis pela saúde de Rolim de Moura foram convocados por uma das promotoras da cidade para duas audiências públicas. O objetivo foi uma padronização na conduta de combate a dengue e também na verificação do planejamento estratégico da secretária para essas ações. Naquele momento, foram apresentados os números do ano passado e definidas as metas para 2011, colocadas em prática recentemente.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions