Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

Rondônia integra grupo nacional criado para garantir eficiência da gestão portuária

Sexta-feira, 08 Abril de 2016 - 15:06 | Assessoria


Encerrou nessa quinta-feira (7), em São Paulo, a 22ª edição da Intermodal South America, evento considerado um dos maiores das Américas para os setores de transporte de cargas, logística e comércio exterior. Os representantes do Porto Público de Porto Velho tiveram a oportunidade de avaliar a integração dos portos brasileiros, a modernização da gestão e maior autonomia para os portos delegados.

Entre as tratativas, os portos delegados anunciaram a formação, no início de março, de um grupo que visa garantir a eficiência da gestão portuária. A frente é composta pelos portos de Cabedelo (PB), Imbituba (SC), Itajaí (SC), Itaqui (MA), Manaus (AM), Paranaguá e Antonina (PR), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio Grande (RS), Santana (AP), São Francisco do Sul (SC), São Sebastião (SP) e Suape (PE).

O diretor presidente da Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (Soph), Leudo Buriti, e o assessor-técnico de Assuntos Portuários, Edemir Brasil, participaram da plataforma de negócios e palestras com  o intuito de dar suporte ao desenvolvimento e aprimoramento do setor.

“Divulgar e inserir definitivamente o porto de Porto Velho na agenda nacional de logística, mostrando a importância do cenário proporcionado pela posição geográfica de Porto Velho, concomitante ao cenário de crescimento apresentado por Rondônia ano após ano, essa foi a proposta”, disse Leudo Buriti, completando que se tratou de uma ótima oportunidade para conhecer o potencial da Feira Rondônia Rural Show, que será realizada em maio. “Convidamos esses representantes para compreenderem a capacidade substancial do nosso estado”, afirmou.

Leudo Buriti explicou que a junção dos 14 portos pretende trocar experiências em diversas áreas que integram o setor, como assuntos jurídicos, gestão ambiental e relacionamento com as demais autoridades portuárias, e com a União. Com a finalidade também de garantir a excelência e agilidade das ações que envolvem a gestão portuária.

Para tratar de assuntos e compartilhar suas experiências, essa frente de trabalho tem se reunido periodicamente para discutir temas e ações importantes que podem proporcionar maior eficiência na gestão e atrair interesse do mercado. Um dos assuntos de grande relevância para o grupo está relacionado aos arrendamentos de terminais portuários, que estão sob o poder do governo Federal.

Tendo em vista que de acordo com a nova Lei dos Portos (Lei nº 12.815) de 2013, os leilões são feitos exclusivamente pela União, o grupo discute ações e propostas para a revisão desse modelo centralizado.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News