Rondoniagora.com

Rondônia, 16 de Agosto de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

Sem a indústria madeireira, municípios estão à beira do colapso

Terça-feira, 30 Junho de 2015 - 08:43 | RONDONIAGORA


Reunidos na Assembleia Legislativa na noite de ontem (29) para discutir sobre a indústria madeireira, os prefeitos de Cujubim e Colorado do Oeste destacaram a situação de calamidade econômica dos seus municípios, com o desemprego assolando a região. A reunião foi organizada pelo deputado Alex Redano (SD).

Fábio Patrício (PP), prefeito de Cujubim, disse conhecer o setor profundamente e que o madeireiro, normalmente é conhecido como bandido por aqueles que não conhecem os benefícios sociais que a indústria traz para o estado.

Ressaltou o prefeito que o seu município está passando por uma fase muito ruim no tocante à quebra na economia, porém o povo espera uma melhoria rápida para que o setor volte a trazer prosperidade para o município. Em 2008 Cujubim foi considerado o maior parque madeireiro de Rondônia.

Segundo Fábio Patrício, a madeireira onde trabalhava, empregava cerca de 100 pessoas que sustentavam suas famílias. Hoje, esses trabalhadores estão de braços cruzados.

Patrício disse que o povo quer a legalidade, porém não podem esperar todo o tempo do mundo para que as fiscalizações sejam feitas em sua totalidade. Faltam somente três meses para que o inverno chegue e mais uma vez a regularização não acontece como deveria.

Colorado do Oeste

Por outro lado, Josemar Beatto (PSDC), prefeito de Colorado do Oeste também ressaltou o estado de calamidade para toda a região com a paralisação da indústria madeireira.

Beatto fez questão de salientar que o grande problema existente hoje é a burocracia do setor. Disse que se os órgãos do governo não possuem funcionários suficientes para acelerar o processo, que terceirizem o serviço de fiscalização e permitam que os municípios possam reacender a chama da prosperidade e do desenvolvimento.

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News