Rondônia, sexta-feira, 23 de agosto de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Terça, 29 de Dezembro de 2009 - 09h02

Semusa muda discurso e fala no aumento de número de casos de Dengue

Nara Vargas


Em nota jornalística enviada pela Assessoria de Comunicação, a Prefeitura de Porto Velho informou nesta segunda-feira que não havia motivos para "alarde" da população, preocupada com o notório aumento de casos de Dengue na cidade. De acordo com o texto a situação estaria normal porque o combate teria sido iniciado ainda em outubro. Nesta terça-feira a secretário municipal de Saúde, Williames Pimentel, mudou o discurso e já fala do crescimento no número de atendimentos nos postos e policlinícas.

Acompanhe a nova versão:

A quantidade de pessoas nas unidades de saúde da capital aumentou nos últimos dias. Os casos de Dengue, diagnosticados, chegam a 400 casos por semana. As unidades de saúde passaram a atender  mais pacientes em função do acordo para o recebimento das pessoas que não seriam mais atendidas no João Paulo II. Em alguns momentos, a população tem reclamado da demora no atendimento, mas segundo o secretário municipal de Saúde, Williames Pimentel, “o que existe é uma triagem entre os casos mais graves e os menos graves e todos são atendidos conforme as priorizações por classificações de risco, que são classificadas por uma triagem realizada por um enfermeiro e é desta forma que nós estamos priorizando os pacientes que precisam ser atendidos imediatamente, mas de forma alguma, estamos deixando de atender qualquer paciente” afirmou o secretário

O combate a Dengue em Porto velho teve as ações intensificadas desde outubro do ano passado, quando a Secretaria municipal de Saúde colocou em prática as ações do Plano de Contingência da Dengue, começando pelo bairro São Sebastião I, escolhido por ser um dos que apresentou maior índice da doença. De lá prá cá, a Semusa vem realizando mutirões em todos os bairros da cidade em parceria com várias instituições de apoio desde igrejas, escolas e até o exército, além de uma campanha permanente para que a população participe das ações durante a retirada de lixos que servem como criadouros do mosquito da Dengue.

O combate foi intensificado com o reforço que ganhou a operação fumacê, que estava trabalhando desde agosto com apenas dois carros de UBV,(Ultra Baixo Volume) o popular fumacê e 10 bombas espalhadas pela cidade e agora opera com mais 8 carros liberados pelo governo do estado.
 
Ajuda da População
 
Os recordistas em focos do mosquito da Dengue têm sido as borracharias, por isso as ações nestes locais são mais freqüentes. É preciso que toda a população ajude a combater os focos do mosquito alerta o secretário Pimentel. “Nós continuamos pedindo a colaboração de cada morador desta cidade, para que todos façam a sua parte e para que juntos nós consigamos vencer esta batalha, contra o mosquito da Dengue que se espelha muito rapidamente a cada dia” enfatizou secretário.
 
 


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/semusa-muda-discurso-e-fala-no-aumento-de-numero-de-casos-de-dengue)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions