Rondônia, quarta-feira, 17 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quinta, 04 de Dezembro de 2014 - 15h35

Sindsaúde denuncia caos na saúde municipal de Guajará-Mirim

Assessoria


Sindsaúde denuncia caos na saúde municipal de Guajará-Mirim
Sindsaúde denuncia caos na saúde municipal de Guajará-Mirim

O Sindsaúde está elaborando um calhamaço de denúncias feitas por servidores municipais que escancaram o caos vivenciado por usuários e funcionários na saúde no município de Guajará-Mirim. As denúncias serão enviadas para os órgãos de controle e fiscalização como Ministério Público do Trabalho, Conselho Estadual de Saúde, Ministério da Saúde, e Câmara de Vereadores de Guajará-Mirim para a tomada de providências urgentes.

Na última terça-feira, representantes do Sindsaúde participaram, em Guajará-Mirim, de uma reunião no Conselho Municipal de Saúde, onde a denúncia foi escancarada. Os representantes do Sindsaúde Golbery Paixão, Pedro Freitas e Joseandra Reis estiveram no Hospital Regional onde conversaram com servidores e pacientes e fizeram imagens da situação calamitosa da unidade, tanto na parte administrativa, quanto física.

Segundo o diretor Golbery Paixão, os problemas da unidade vão desde a falta de algodão, equipamentos, medicamentos viaturas e profissionais. “A unidade é apenas o local, mas não tem qualquer condição de funcionamento. Servidores reclamam da falta de segurança, perseguição superior e até mesmo da falta de lençóis nos leitos para os pacientes. A cozinha do hospital está interditada pela Agevisa e funciona de precária em uma escola”, comentou o diretor.

As irregularidades observadas vão mais além: Os matérias descartáveis perfuro cortantes estão sendo armazenadas em caixas de soro (reaproveitadas) colocando em risco a saúde de servidores que podem ser contaminados. Os pacientes com tuberculose convivem lado-a-lado com pacientes comuns por falta de uma sala de isolamento. Os servidores não recebem há vários anos o percentual pela insalubridade por falta de laudo.

“O Sindsaúde já propôs elaborar o laudo de insalubridade de forma bipartite, em conjunto com o município, mas até hoje a Prefeitura não se pronunciou sobre o assunto”, disse o presidente Caio Marin. Segundo ele, nos próximos dias, o sindicato estará convocando uma assembleia para os servidores do município e vai deliberar a paralisação dos serviços por tempo indeterminado. Os servidores da Saúde de Guajará-Mirim aguardam ainda a elaboração de seu Plano de Carreira.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/sindsaude-denuncia-caos-na-saude-municipal-de-guajara-mirim)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions