Rondônia, domingo, 25 de julho de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Eleições

Publicado em Sexta, 13 de Novembro de 2020 - 08h52

Debate: Vinicius deixa Breno desnorteado e Hildon mostra falta de responsabilidade de Eyder em relação ao Covid

da Redação


Debate: Vinicius deixa Breno desnorteado e Hildon mostra falta de responsabilidade de Eyder em relação ao Covid

Três pontos chamaram muito a atenção no debate promovido em Porto Velho na noite desta quinta-feira (12) pelo site Rondoniaovivo. O primeiro foi logo no início, quando o candidato Vinicius Miguel (Cidadania) reclamou da distribuição de panfletos apócrifos que atingiram sua honra, em um momento em que o tema era “alagações”.

“A pior enchente é o da política podre. Quem colocou os panfletos está aqui. Esse mucura está aqui no palco”, disse Vinicius Miguel, visivelmente emocionado.

Depois, quando um candidato podia escolher a quem perguntaria e selecionar qual seria o tema. Vinicius Miguel chamou Breno Mendes. “O senhor já foi o poderoso chefão na atual administração. Depois foi para a Emdur, em uma gestão desastrosa, e depois para a Assembleia Legislativa. O senhor gosta de um cabide?”, perguntou Vinicius.

Breno Mendes disse ter ficado “triste e decepcionado”, alegou que exerceu seus cargos com maestria e citou trabalhos que teria realizado na Emdur, em uma fala lenta, como se tentasse lembrar de alguma ação.

“Quero pontuar que ‘Breno mente’. Ele diz que é usuário do SUS, mas tinha plano de saúde até recentemente. Ele fala que é o fiscal do povo, mas o governador que o apoia defende a Energisa. Sua esposa...”, dizia Vinicius Miguel quando seu tempo se esgotou e sua fala foi cortada. Depois, Breno atacou Vinicius, que ganhou direito de resposta.

Covid

Outro ponto que rendeu muito foi quando Eyder Brasil (PSL) disse que o prefeito Hildon Chaves deixou que vidas fossem ceifadas. “O sangue de meu pai está em suas mãos, quando o senhor não fez o atendimento de base na prefeitura”, acusou.

Posteriormente, em direito de resposta, Hildon Chaves (PSDB) disse se solidarizar a Eyder Brasil pelo falecimento do pai, vítima de Covid, citando que talvez o próprio Eyder tenha alguma responsabilidade no fato, por não ter tomado os cuidados necessários.

O fato repercutiu tanto que logo após o debate passaram a circular nas redes sociais vídeos de Eyder Brasil na Assembleia Legislativa. Assintomático, ele contraiu Covid e causava pavor entre os servidores da Poder Legislativo, onde quatro funcionários faleceram vítimas da doença.

Em vídeos, foi mostrado que Eyder Brasil foi na Assembleia Legislativa no mesmo dia em que anunciou que estava com Covid. Também foi mostrada fotografia postada no Instagram do candidato, datada de dois dias atrás. Eyder estava sem máscara abraçado com a mãe dele após percorrer diversos pontos da cidade fazendo campanha sem máscara.

Polícia Federal

O terceiro ponto foi a resposta de Hildon Chaves a Breno Mendes, diante da acusação de que a prefeitura não teria feito o dever de casa em relação ao Covid. Breno atacou e em seguida disse que, se fosse prefeito teria comprado imediatamente diversos medicamentos.

Hildon Chaves explicou que fez o que era possível ao município. “Não foi na minha porta que a Polícia Federal bateu por causa de gastos nessa pandemia. A Polícia Federal foi no governo que apoia sua candidatura, Breno Mendes”, arrematou.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions