Rondônia, 12 de abril de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Eleições

Eleição já está nas ruas com “listas” fechadas de candidatos em Porto Velho

Terça-feira, 27 Fevereiro de 2024 - 13:41 | Redação


Eleição já está nas ruas com “listas” fechadas de candidatos em Porto Velho
© Lúcio Bernardo Junior/Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

Faltando pouco mais de 7 meses para o primeiro turno das eleições municipais, é grande a movimentação de eventuais candidatos a vereador interessados na melhor composição partidária. Supostas “listas” de nomes circulam nos bastidores, mas nada é certo porque há prazos da Justiça Eleitoral a serem respeitados. Por exemplo, entre os dias 7 de março a 5 de abril acontece a janela partidária, momento em que os atuais vereadores poderão trocar de partido para concorrer às eleições sem perder o mandato. No dia 6 de abril é a data limite para que todos os pretensos candidatos tenham seu domicílio eleitoral registrado e suas filiações deferidas pelas legendas que pretendem concorrer ao cargo eletivo. Portanto, falar em “lista” fechada é um erro elementar.

Nomes novos e vigorosos

A eleição municipal vai trazer ao eleitor caras novas ao cenário político. E outros, embora derrotados em pleitos anteriores, mostraram-se vigorosos nas urnas com chances significativas de obter o sucesso no dia 6 de outubro. A maioria dos deputados estaduais terá um apadrinhado em suas respectivas bases eleitorais. O União Brasil, PT, PL, PSDB-Cidadania, PSD, PRD e Avante estão com as conversas bem adiantadas e apresentando nomes de peso para a futura disputa. 

Máximo x Mariana

Em relação a disputa majoritária, por enquanto, a ex-deputada Mariana Carvalho (Republicanos) posicionou-se como pré-candidata do grupo liderado pelo prefeito Hildon Chaves (PSDB). Por outro lado, há a expectativa da decisão do deputado federal Fernando Máximo e da direção nacional do União Brasil sobre sua pré-candidatura à Prefeitura de Porto Velho. Mas os indícios levam a crer que Fernando Máximo estará na corrida sucessória. Neste final de semana, ele ligou pessoalmente para várias lideranças, inclusive dos distritos, pedindo apoio para seu projeto eleitoral. Não soube precisar o partido na qual disputará o cargo, mas prometeu lutar pela vaga. 

Relações insustentáveis

Caso Fernando Máximo consiga a vaga pelo União Brasil, não há como sustentar o pacto entre o prefeito Hildon Chaves e o governador Marcos Rocha. O atual chefe do Executivo estadual prometeu apoiar Mariana Carvalho, mas não terá bom tom a eventual permissão do União Brasil em liberar o médico e deputado federal mais votado para Câmara para concorrer a Prefeitura de Porto Velho. Os desdobramentos deste ano terão consequências para as eleições de 2026, quando Rocha planeja disputar o Senado e Hildon o Governo.

Ao gosto do eleitor

Tanto Fernando Máximo como Mariana Carvalho são populares em todas as camadas sociais. Médico, o parlamentar orgulha-se do trabalho realizado enquanto secretário de Estado de Saúde na época da pandemia e das campanhas de vacinação. Por outro lado, Mariana Carvalho, a campeã de emendas a Porto Velho,  tem na nova rodoviária seu principal legado enquanto deputada federal contribuindo para a grandiosa obra na capital. Médica, Mariana também ajudou na campanha de vacinação, ajudando nos mutirões organizados pelo prefeito Hildon Chaves. Caso confirme a disputa entre Mariana e Máximo, teremos dois titãs na corrida eleitoral, apoiados por padrinhos fortes em duas grandes máquinas públicas.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também