Rondônia, sexta-feira, 6 de dezembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Eleições

Publicado em Domingo, 05 de Agosto de 2012 - 19h21

Garçon refuta imagem de populista e diz ser o único com experiência em gestão

Assessoria


Em mais uma sessão da série especial de entrevistas com os políticos que disputam a prefeitura em Porto Velho, o Jornal Eletrônico Rondoniadinâmica esteve desta vez na presença do candidato pelo PV, Lindomar Garçom. Experiente, já ocupou o cargo que está disputando, mas em outro município: o de Candeias do Jamari, onde foi prefeito por oito anos. Garçom também foi deputado federal pelo Estado de Rondônia, mas teve de desocupar o mandato e explicou por quê.

O candidato do Partido Verde disse que o panorama mudou muito desde os últimos quatro anos. Em 2008, ele disputou a prefeitura com o atual administrador da capital, Roberto Sobrinho (PT), que acabou reeleito.

“ – O eleitor mudou muito. Havia receio de transformação. As coisas estavam avançando, até pelo número de recursos que estava entrando em Porto Velho em decorrência das usinas do Madeira. Eram muitas as expectativas”, disse.
Por outro lado, Garçom foi enfático ao dizer que os avanços poderiam ter sido muito maiores se os recursos fossem bem aplicados:

“ – O lado ruim é que a administração também frustrou a população. A enxurrada de recursos provenientes das compensações, com os convênios firmados especificadamente para Porto Velho e tantas outras coisas teriam sido suficientes, por exemplo, para fazer 200 (duzentos) quilômetros de asfalto com drenagem. Mas não foi assim”, criticou.

Lindomar diz que a prefeitura não faz obras eleitoreiras, mas, por não saber aplicar recursos, está se endividando, pegando recursos emprestados para que o próximo prefeito seja obrigado a pagar.

“ – O dinheiro foi mal gasto. Havia muito. Todo ano se debate eleições, falam em obras eleitoreiras, mas não acredito nisso. Acredito mesmo é que não era necessário se endividar pelo dinheiro que entrou em Porto Velho”, asseverou o candidato.

TRÂNSITO

Ao contrário do que disse Roberto Sobrinho em entrevista numa emissora da capital, Lindomar Garçom crê que seja possível solucionar o trânsito em Porto Velho.

“ – Já existe um projeto de engenharia de trânsito cedido pelos consórcios (das usinas). Colocando em prática, já dá uma grande solução. Agora..., o que mais assola a população na questão do trânsito, em relação a acidentes, é falta de sinalização de ruas, falta de vias alternativas para pode escoar o trânsito. Seria importante eliminar alguns semáforos desnecessários e deixar o tráfego fluir”, avaliou.

“NÃO SOU POPULISTA”

Questionado se fazia ou não a máscara de ídolo popular, Garçom refutou a idéia de que seja populista e disse que seu assistencialismo não é, de forma alguma, politicagem.

“ – Não sou populista. Sou da população. Trabalho sempre a ouvindo. As ações que faço na área social vem de mim, não tem nada a ver com lado político-eleitoral. Um exemplo: só pra constar, acabei de entregar um microônibus, através de emendas minhas quando deputado federal à Casa do Ancião São Vicente de Paulo. Eles não tem parentes. Não votam. Não tem sequer título de eleitor, mas lá estou com minhas ações”.

PESQUISAS

Sobre as pesquisas que rondam o Estado de Rondônia, o político do PV preferiu creditar à credibilidade dos institutos que as fazem o tamanho de sua importância:

“ – A pesquisa, dependendo de quem faz, norteia o rumo que o povo está seguindo – em relação aos candidatos. Mas o termômetro verdadeiro você sente nas ruas com manifestações da sociedade. Estou muito grato pelo carinho que o povo tem tido comigo em minhas andanças pelos bairros de Porto Velho. Para se ter idéia, a elaboração do plano de governo vem diretamente do anseio popular”.

PRÊMIO DE MELHOR PREFEITO DE RONDÔNIA: “SOU O MELHOR GESTOR”

Lindomar Garçom disse que sua experiência à frente da prefeitura de Candeias do Jamari lhe rende maior credibilidade como gestor do que os demais candidatos. Ele ressaltou um prêmio que recebeu do SEBRAE Nacional por ser o melhor prefeito de Rondônia.

“ – Vou pedir ao povo para aferir o candidato pelo momento político, mas sim pela sua experiência na administração pública, na condição de gestor. O próximo prefeito não pode ficar um ano colocando a culpa no administrador anterior para justificar a sua inércia. O que acontece na verdade é que, por estes não terem experiência em gestão pública, ainda irão aprender aos poucos como fazer para iniciar a sua administração. Por esta fase eu já passei. Primeiro de janeiro ao entrar na prefeitura já vou de imediato colocar meus projetos e minhas propostas em ação, pois fui prefeito durante oito anos em Candeias do Jamari respeitando sua proporcionalidade (recursos/tamanho da cidade). As leis são as mesmas do município de Candeias ou em São Paulo. Tive a felicidade na minha gestão de ter sido agraciado com o prêmio do Sebrae Nacional. Entre os 52 municípios do Estado, fui considerado o melhor prefeito e o que mais investiu nas pessoas com eficiência e, acima de tudo, com probidade, pois não tenho uma conta rejeitada nem pelo Tribunal de Contas ou pela Câmara de Vereadores. Sequer há um processo contra minha pessoa. Sou Ficha Limpa!”, garantiu.

SUBSTITUIÇÃO NA CÂMARA FEDERAL

Ex-deputado federal por Rondônia, Garçon explicou por que perdeu o mandato no meio de seu exercício. Ele diz que seu eleitor pode ficar tranqüilo, pois nada tem a ver com o fato de ser ou não ficha suja.

“ – Sofri um golpe de um sistema eleitoral arcaico. Eu, com praticamente 35 mil votos tive de ceder minha cadeira na Câmara Federal para uma pessoa que obteve apenas 15 mil. Uma candidata disputava a eleição subjúdice; ela desistiu de continuar recorrendo para contabilizar seus votos. Com esse ato, a nossa legenda elegeu menos um deputado, no caso, eu. Ou seja, quero deixar claro que minha saída da Câmara Federal nada tem a ver com ficha suja. Tanto é que sou candidato a prefeito sem sofrer qualquer ameaça de impugnação”, explicou.

Lindoma Garçom refuta imagem de populista e diz ser o único com experiência em gestão
Candidato do Partido Verde reconhece avanços, mas critica atual administração; diz que trânsito tem solução e acreditar ser o único a ter experiência de gestão para ser prefeito
O candidato pelo PV, Lindomar Garçom. Experiente, já ocupou o cargo que está disputando, mas em outro município: o de Candeias do Jamari, onde foi prefeito por oito anos. Garçom também foi deputado federal pelo Estado de Rondônia, mas teve de desocupar o mandato e explicou por quê.

O candidato do Partido Verde disse que o panorama mudou muito desde os últimos quatro anos. Em 2008, ele disputou a prefeitura com o atual administrador da capital, Roberto Sobrinho (PT), que acabou reeleito.

“ – O eleitor mudou muito. Havia receio de transformação. As coisas estavam avançando, até pelo número de recursos que estava entrando em Porto Velho em decorrência das usinas do Madeira. Eram muitas as expectativas”, disse.
Por outro lado, Garçom foi enfático ao dizer que os avanços poderiam ter sido muito maiores se os recursos fossem bem aplicados:

“ – O lado ruim é que a administração também frustrou a população. A enxurrada de recursos provenientes das compensações, com os convênios firmados especificadamente para Porto Velho e tantas outras coisas teriam sido suficientes, por exemplo, para fazer 200 (duzentos) quilômetros de asfalto com drenagem. Mas não foi assim”, criticou.

Lindomar diz que a prefeitura não faz obras eleitoreiras, mas, por não saber aplicar recursos, está se endividando, pegando recursos emprestados para que o próximo prefeito seja obrigado a pagar.

“ – O dinheiro foi mal gasto. Havia muito. Todo ano se debate eleições, falam em obras eleitoreiras, mas não acredito nisso. Acredito mesmo é que não era necessário se endividar pelo dinheiro que entrou em Porto Velho”, asseverou o candidato.

TRÂNSITO

Ao contrário do que disse Roberto Sobrinho em entrevista numa emissora da capital, Lindomar Garçom crê que seja possível solucionar o trânsito em Porto Velho.

“ – Já existe um projeto de engenharia de trânsito cedido pelos consórcios (das usinas). Colocando em prática, já dá uma grande solução. Agora..., o que mais assola a população na questão do trânsito, em relação a acidentes, é falta de sinalização de ruas, falta de vias alternativas para pode escoar o trânsito. Seria importante eliminar alguns semáforos desnecessários e deixar o tráfego fluir”, avaliou.

“NÃO SOU POPULISTA”

Questionado se fazia ou não a máscara de ídolo popular, Garçom refutou a idéia de que seja populista e disse que seu assistencialismo não é, de forma alguma, politicagem.

“ – Não sou populista. Sou da população. Trabalho sempre a ouvindo. As ações que faço na área social vem de mim, não tem nada a ver com lado político-eleitoral. Um exemplo: só pra constar, acabei de entregar um microônibus, através de emendas minhas quando deputado federal à Casa do Ancião São Vicente de Paulo. Eles não tem parentes. Não votam. Não tem sequer título de eleitor, mas lá estou com minhas ações”.

PESQUISAS

Sobre as pesquisas que rondam o Estado de Rondônia, o político do PV preferiu creditar à credibilidade dos institutos que as fazem o tamanho de sua importância:

“ – A pesquisa, dependendo de quem faz, norteia o rumo que o povo está seguindo – em relação aos candidatos. Mas o termômetro verdadeiro você sente nas ruas com manifestações da sociedade. Estou muito grato pelo carinho que o povo tem tido comigo em minhas andanças pelos bairros de Porto Velho. Para se ter idéia, a elaboração do plano de governo vem diretamente do anseio popular”.

PRÊMIO DE MELHOR PREFEITO DE RONDÔNIA: “SOU O MELHOR GESTOR”

Lindomar Garçom disse que sua experiência à frente da prefeitura de Candeias do Jamari lhe rende maior credibilidade como gestor do que os demais candidatos. Ele ressaltou um prêmio que recebeu do SEBRAE Nacional por ser o melhor prefeito de Rondônia.

“ – Vou pedir ao povo para aferir o candidato pelo momento político, mas sim pela sua experiência na administração pública, na condição de gestor. O próximo prefeito não pode ficar um ano colocando a culpa no administrador anterior para justificar a sua inércia. O que acontece na verdade é que, por estes não terem experiência em gestão pública, ainda irão aprender aos poucos como fazer para iniciar a sua administração. Por esta fase eu já passei. Primeiro de janeiro ao entrar na prefeitura já vou de imediato colocar meus projetos e minhas propostas em ação, pois fui prefeito durante oito anos em Candeias do Jamari respeitando sua proporcionalidade (recursos/tamanho da cidade). As leis são as mesmas do município de Candeias ou em São Paulo. Tive a felicidade na minha gestão de ter sido agraciado com o prêmio do Sebrae Nacional. Entre os 52 municípios do Estado, fui considerado o melhor prefeito e o que mais investiu nas pessoas com eficiência e, acima de tudo, com probidade, pois não tenho uma conta rejeitada nem pelo Tribunal de Contas ou pela Câmara de Vereadores. Sequer há um processo contra minha pessoa. Sou Ficha Limpa!”, garantiu.

SUBSTITUIÇÃO NA CÂMARA FEDERAL

Ex-deputado federal por Rondônia, Garçon explicou por que perdeu o mandato no meio de seu exercício. Ele diz que seu eleitor pode ficar tranqüilo, pois nada tem a ver com o fato de ser ou não ficha suja.

“ – Sofri um golpe de um sistema eleitoral arcaico. Eu, com praticamente 35 mil votos tive de ceder minha cadeira na Câmara Federal para uma pessoa que obteve apenas 15 mil. Uma candidata disputava a eleição subjúdice; ela desistiu de continuar recorrendo para contabilizar seus votos. Com esse ato, a nossa legenda elegeu menos um deputado, no caso, eu. Ou seja, quero deixar claro que minha saída da Câmara Federal nada tem a ver com ficha suja. Tanto é que sou candidato a prefeito sem sofrer qualquer ameaça de impugnação”, explicou.

Lindomar Garçom é candidato a prefeitura de Porto Velho registrado com o número 43.
r Garçom é candidato a prefeitura de Porto Velho registrado com o número 43.

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/eleicoes/garcon-refuta-imagem-de-populista-e-diz-ser-o-unico-com-experiencia-em-gestao)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions