Rondônia, quarta-feira, 28 de outubro de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Sexta, 14 de Agosto de 2009 - 10h42

A pedido de Amorim, comissão investiga imparcialidade da operação Abate

Assessoria


O presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, deputado Fábio Souto (DEM-BA) designou que 12 servidores – incluindo fiscais de inspeção e presos na Operação Abate em Rondônia – sejam ouvidos pela comissão que investiga, no âmbito Legislativo, a imparcialidade na condução das sindicâncias designadas pela direção do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) que redundou na operação. A informação é do deputado federal Ernandes Amorim (PTB), autor do pedido de investigação, e as oitivas, segundo ele, devem começar a partir da próxima semana.

A comissão é formada pelos deputados Moacir Micheletto (PMDB-PR), presidente; Valdir Colatto (PMDB-SC), relator; Silas Brasileiro (PMDB-MG), ex-secretário executivo do Ministério da Agricultura; Moreira Mendes (PPS) e Ernandes Amorim (PTB), e virá a Rondônia acompanhada de um delegado da Polícia Federal, e representantes do Ministério Público Federal e Consultoria Legislativa da Câmara, para tomar depoimentos e investigar questionamentos de imparcialidade e manipulação dos relatórios da Comissão de Sindicância do Dipoa, comandada por Nelom Oliveira Costa, que redundou em prisões na denominada Operação Abate.

A linha de investigação dessa comissão, segundo Amorim, é mostrar que os relatórios das sindicâncias foram manipulados com objetivo claro e preciso de prejudicar servidores que denunciaram a existência de uma elite de fiscais, em Brasília, comandada por Nelom, ligada a conglomerados frigoríficos. Essa manipulação teria desencadeado, de acordo com o parlamentar, vazamentos de dados falsos com a finalidade de provocar investigação do Ministério Público Federal.

A existência e atuação dessa elite de fiscais do Dipoa têm sido denunciadas, desde 2006, pelo deputado Amorim, na tribuna da Câmara e em requerimentos as autoridades competentes. “Foi solicitado à presença do Ministério Público Federal e Polícia Federal para acompanhar a tomada desses depoimentos, pois entendemos que dessa forma haverá isenção, ao contrário dos relatórios das sindicâncias em que se apurava uma coisa e se relatava outra. A comissão se prenderá apenas a Rondônia, mas há interesses manifestos por parlamentares do Pará e outros estados de participarem desse trabalho e estenderem aos seus respectivos estados”,afirma Amorim. Após a conclusão desse trabalho a comissão se reunirá com o ministro da Agricultura, Reinhold Stefhanes, já convocado pela Câmara.

As pessoas a serem ouvidas são: Frederico de Lima Pimentel, Amélia Cristina Cruz da Silva, Francisco Ives Tavares, Vagner Silva de Miranda, Lara Medeiros Blasquez Olmedo,Tais Ebendiger Martins Trindade, João Carlos de Araújo Aranha, Francisco Teixeira Lúcio, Ana Karina Viegas, Mauricio Kato, Alexandre Rodrigues de Menezes, e Orimar Martins da Silva.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions