Rondoniagora.com

Rondônia, 02 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Geral

Aneel estuda alterações propostas para a Usina de Jirau

Quinta-feira, 14 Agosto de 2008 - 16:25 | Agência Brasil


A área técnica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já está analisando as mudanças propostas pela empresa Energia Sustentável do Brasil (Enersus) para a construção da Usina Hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, em Rondônia. O projeto com as alterações foi entregue ontem (13) no protocolo da Agência.

A principal mudança é a realocação da barragem em 9,2 quilômetros de distância do ponto original, o que, segundo o consórcio, permitirá que sejam feitas menos escavações, diminuindo os impactos ambientais e os custos, além de antecipar o cronograma da obra.

De acordo com a Energia Sustentável do Brasil, que reúne as empresas Suez, Camargo Corrêa, Eletrosul e Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco), as alterações possibilitarão economia de R$ 1 bilhão no projeto, que tem custo estimado de R$ 8,7 bilhões. A Enersus venceu o leilão de Jirau, e é a responsável pela construção da usina.

A principal mudança é a realocação da barragem em 9,2 quilômetros de distância do ponto original, o que, segundo o consórcio, permitirá que sejam feitas menos escavações, diminuindo os impactos ambientais e os custos, além de antecipar o cronograma da obra.

Segundo a assessoria de imprensa, a Aneel não tem prazo estipulado para dar parecer sobre as alterações. O projeto também tem que ser analisado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente de dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que também estuda um pedido da Enersus para a concessão de uma licença de instalação específica para o canteiro de obras da usina.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News